Repositório Digital

A- A A+

ovariossalpingectomia videoassistida via acesso pré-femoral em Tigre-d'agua-de-orelha-vermelha (Trachemys scripta elegans)

.

ovariossalpingectomia videoassistida via acesso pré-femoral em Tigre-d'agua-de-orelha-vermelha (Trachemys scripta elegans)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título ovariossalpingectomia videoassistida via acesso pré-femoral em Tigre-d'agua-de-orelha-vermelha (Trachemys scripta elegans)
Autor Ataide, Michelli Westphal de
Orientador Alievi, Marcelo Meller
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto cirurgia e patologia
Controle populacional
Esterilizacao : Métodos
Ovariossalpingectomia
Répteis
Videocirurgia : Animais
[en] Coelioscopy
[en] Reptile
[en] Sterilization
[en] Videosurgery
Resumo O tráfico e a introdução de espécies exóticas em ambientes naturais acabam contribuindo na alteração da organização e funcionalidade das comunidades residentes por predação, transmissão de agentes parasitários, hibridação e exclusão por competitividade territorial. A comercialização clandestina da espécie Trachemys scripta elegans oriunda dos Estados Unidos, como animal de estimação no Brasil, trouxe uma série de problemas para as espécies nativas. A esterilização é, certamente, o melhor método de controle populacional desses animais, pois, além de evitar o sacrifício em massa, impede a sua perpetuação genética. Dos métodos cirúrgicos, destaca-se a ovariossalpingectomia (OS) através do acesso convencional (transplastral) ou pela região pré-femoral. O objetivo do presente estudo foi verificar a viabilidade da realização de ovariossalpingectomias videoassistidas pelo acesso pré-femoral em tigres-d'água-de-orelha-vermelha (Trachemys scripta elegans) como método de controle populacional da espécie. Para isso, foram utilizados 20 animais, adultos e com peso médio de 1,565 ± 0,397kg. Estes foram separados aleatoriamente em dois grupos de 10 indivíduos, sendo realizada a OS videoassistida pelo lado direito (grupo 1) ou esquerdo (grupo 2), sendo avaliados clinicamente até os 60 dias de pós-operatório. Foi possível a realização da operação proposta em todos os pacientes, independentemente do lado, sem necessidade de realizar acesso bilateral. No grupo 1 o tempo cirúrgico foi de 50,2 ± 14,6 minutos, enquanto que no grupo 2 foram 48,0 ± 11,8 minutos (P > 0,3249), não havendo diferença estatística entre eles. A exteriorização dos óvulos maiores acabou sendo a manobra cirúrgica mais complexa, com ruptura de alguns destes em 15% dos pacientes. Apesar das intercorrências, a técnica de ovariossalpingectomia videoassistida em tigred’água- de-orelha-vermelha (Trachemys scripta elegans) pelo acesso pré-femoral é segura, efetiva e possui baixa frequência de complicações, não havendo diferença entre o acesso pré-femoral direito e esquerdo.
Abstract The traffic and introduction of exotic species in a different environment are contributing factors associated with change in the social organization and functionality of the resident communities by predators, parasitic transmission, hybrid crosses and exclusion caused by territorial competition. An example of that was the illegal marketing of the Trachemys scripta elegans native species from the United States to Brazil. This illegal importation brought a number of problems to the native species. Currently, sterilization is considered the most effective method for population control. Using this procedure we have a better control of the animals selected to be bred in the next generation, therefore the number of animals euthanized is lowered. Of the surgical procedures, ovariosalpingectomy (OS) by transplastron or by pre-femoral region are the most used ones. The main objective of this study was to investigate the feasibility of videoassisted ovariosalpingectomy using the prefemoral access in red-eared slider (Trachemys scripta elegans). For that, twenty adult animals weighing 1.565 ± 0.397 kg were used in this study. Animals were randomly divided into two groups prior the surgical procedure. Group 1 the surgical procedure was conducted into the right side and group 2 on the left side. All the reptiles were submitted to a videoassisted OS technique using a pre-femoral access. Animals were clinically evaluated during sixty days from the surgical procedure. The procedure was a success in all the animals without the need of a bilateral access. In group 1 the average surgical time was 50.2 ± 14.6 min, while in group 2 was 48.0 ± 11.8 minutes (P > 0,3249). The most complex step during the surgery was the exteriorization of the eggs with rupture of oocytes in more than 15% or the patients. Despite of the few complications during surgical procedure we concluded that this technique effective and safe to be used in red-eared sliders. No significant differences were observed between the pre-femoral right or left access.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/49945
Arquivos Descrição Formato
000851764.pdf (2.359Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.