Repositório Digital

A- A A+

Otimização da reação de polimerase em cadeia para detecção de Toxoplasma gondii em sangue venoso e placenta de gestantes

.

Otimização da reação de polimerase em cadeia para detecção de Toxoplasma gondii em sangue venoso e placenta de gestantes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Otimização da reação de polimerase em cadeia para detecção de Toxoplasma gondii em sangue venoso e placenta de gestantes
Outro título Optimization of Toxoplasma gondii detection by PCR in pregnants blood and placenta
Autor Spalding, Silvia Maria
Coelho, J.M.C. de O.
Angel, S.O.
Amendoeira, Maria Regina Reis
Resumo A detecção de Toxoplasma gondii no sangue venoso e na placenta de gestantes pela reação de polimerase em cadeia pode facilitar o diagnóstico pré-natal da toxoplasmose congênita. Foram avaliadas gestantes IgM-reagentes e os seus filhos. Além das dosagens de IgG, IgM, IgA e reação de avidez de IgG (MEIA), foram realizadas a técnica de imunoperoxidase e a inoculação em camundongos. De cada amostra foi efetuada amplificação gênica com primers do gene B1 e novos primers do gene TGR (chamados ABGTg7 C1 e N1). É preciso observar que o tratamento poderia ser responsável por uma diminuição da infecção. Desta forma, o diagnóstico negativo confirmaria a eficiência do tratamento preventivo na replicação parasitária no útero. A reação de polimerase em cadeia mostrou-se sensível e específica; evidenciou a presença de um a dez taquizoítas; pode ser utilizada com segurança e confiabilidade, além de tornar rápido o diagnóstico da toxoplasmose congênita, sendo, assim, ferramenta importante na avaliação pré-natal.
Abstract The Toxoplasma gondii detection in venous blood and placenta of pregnants by polymerase chain reaction may facilitate the diagnosis of congenital toxoplasmosis. We evaluated pregnants with reagent immunoglobulin M (IgM) and their children. Beyond serological toxoplasma-specific immunoglobulins G (IgG), M (IgM), A (IgA) and IgG avidity (MEIA), we did immunoperoxidasis and mice inoculation. Genomic amplification with gene B1 primers and new TgR primers (called ABGTg7 C1 and N1) was conducted for each sample. It’s necessary to observe that treatment probably is responsible for the infection decrease, that manner, negative results would confirm uteri therapeutic efficiency. PCR was sensitive and specific, it identified one to ten tachyzoites. Besides being a fast form of congenital toxoplasmosis diagnosis, it may be used safely and trustly, as an important tool for congenital evaluation.
Contido em Jornal brasileiro de medicina e patologia laboratorial. Rio de Janeiro, RJ. Vol. 38, n. 2 (2002), p. 105-110
Assunto Diagnóstico pré-natal
Reação de polimerase em cadeia
Toxoplasma gondii
Toxoplasmose congênita
[en] PCR
[en] Pregnants
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/52981
Arquivos Descrição Formato
000336533.pdf (308.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.