Repositório Digital

A- A A+

O que estamos fazendo aqui? : sobre pesquisar e a autonomia nos jogos de visibilidade dos SUAS

.

O que estamos fazendo aqui? : sobre pesquisar e a autonomia nos jogos de visibilidade dos SUAS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O que estamos fazendo aqui? : sobre pesquisar e a autonomia nos jogos de visibilidade dos SUAS
Autor Trein, Anna Luiza
Orientador Tittoni, Jaqueline
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Assistência social
Fotografia
Intervenção
Trabalho
[en] Autonomy
[en] Labor
[en] Photographic intervention
[en] Social welfare
Resumo Este estudo foi realizado a partir do acompanhamento de um grupo de transferência de renda do município de São Leopoldo-RS, onde pôde-se refletir sobre como a política de assistência social no Brasil produz os usuários como sujeitos e reitera a vinculação histórica entre trabalho e assistência. O objetivo deste estudo, no entanto, não foi realizar uma genealogia do trabalho nem da assistência social, campos já amplamente estudados e debatidos. E sim, visibilizar como trabalho e assistência social se atualizam nas relações com os usuários e se evidenciam nos jogos de verdade do Sistema Único de Assistência Social – SUAS. A discussão teórica está embasada nas noções de sujeito, ética e produção de si no pensamento foucaultiano, e a metodologia fundamenta-se na pesquisa-intervenção e na intervenção fotográfica. A produção de imagens no grupo teve por função provocar as linhas de visibilidade do que é considerado trabalho para os sujeitos assistidos, bem como elementos para além do trabalho de que o grupo se ocupa, se questiona eticamente e que podem ser considerados como uma produção de si. Desse modo, as produções coletivas forneceram subsídios para pensarmos a autonomia não somente como conceito, mas como ela emerge das práticas que o dispositivo trabalho-assistência provoca.
Abstract This study stems from the observations of an income transfer group in the city of São Leopoldo, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil, which supports reflections on how social welfare policy in Brazil produces subjects out of users and reiterates historical links between labor and social welfare. The objective of this study was not to create a genealogy of work or social welfare, topics which have already been thoroughly analyzed and discussed, but to highlight how labor and social welfare operate in relations with users and contribute to the “games of truth” of Brazil‟s Social Welfare System (Sistema Único de Assistência Social – SUAS). The theoretical discussion of this study is based on notions of the subject, ethics, and the production of the self in Foucauldian thought, and the methodology applied is founded in intervention research and photographic intervention. The production of images in the group served to stimulate a discussion of the boundaries of what is considered labor among the observed participants, as well as activities beyond labor which the participants engage in and ethically question, practices that can be considered as a production of the self. In this way, these collective productions provided pathways to thinking of autonomy not only as a concept but how it emerges in practices that are promoted by the labor-welfare device.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/53134
Arquivos Descrição Formato
000851048.pdf (4.954Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.