Repositório Digital

A- A A+

Na cena jornalística, os serviços de acolhimento e a adoção : incitamentos à vontade de família

.

Na cena jornalística, os serviços de acolhimento e a adoção : incitamentos à vontade de família

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Na cena jornalística, os serviços de acolhimento e a adoção : incitamentos à vontade de família
Autor Rodrigues, Luciana
Orientador Hennigen, Ines
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Adoção
Adolescente
Criança
Família : Aspectos psicossociais
Jornalismo
Política social
[en] Children and adolescents
[en] Family conviviality
[en] Journalism
[en] Public policy
[en] Truth
Resumo Este trabalho busca problematizar o direito à convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes a partir de referenciais teórico-metodológicos relacionados aos estudos foucaultianos, às políticas sociais brasileiras (que procuram assegurar o referido direito) e ao campo do jornalismo. A análise parte de algumas produções da mídia jornalística televisiva que colocam em pauta duas estratégias que operam na garantia e defesa do direito à convivência familiar e comunitária: os serviços de acolhimento, que, caracterizando uma medida de proteção especial, tem função protetiva e de restabelecimento de direitos, e a adoção, que visa colocação definitiva de crianças/adolescentes em uma nova família. Ao investigar o modo como essas duas estratégias são apresentadas, busquei atentar para os regimes de verdade que nos convocam a assumir determinados modos de olhar para as crianças e adolescentes – que passam pelos serviços de acolhimento – que objetivam/subjetivam tais sujeitos pela ênfase do abandono e da perda da infância; assim como para os regimes de verdade que nos convidam a compreender a adoção como um ato de amor. Nesse processo, discursos e imagens que, no campo de forças em luta, disputam um espaço à visibilidade da mídia, nos comovem e incitam a uma vontade de família, forjando posições de sujeito e modos de pensar que nos atravessam no contemporâneo.
Abstract This dissertation seeks to problematize the right to family and community life of children and adolescents from theoretical and methodologies used on Foucault studies, the Brazilian social policies (which aim to ensure that right) and the field of journalism. The analysis is based on some productions of the television news media that put in question two strategies operating in the security and defense of the right to family and community: childcare services, which characterizes a measure of special protection, it has protective and restoration of rights function, and the adoption, which seeks permanent placement of children / adolescents in a new family. By investigating how these two strategies are presented, I tried to pay attention to the regimes of truth that call us to assume certain ways of looking at children and adolescents who are receiving the services and / or an adoption process - things which objectvate / subjectivate such subjects by the emphasis of abandonment and loss of childhood, as well as regimes of truth that invite us to understand the adoption as an act of love, as well as regimes of truth that invite us to understand their family (of origin and those who decided to opt for adoption) under a certain perspective. In this process, discourses and images that, in the field of forces in battle, compete for space in visibility of the media, move us and incite a desire for family, forging subject positions and ways of thinking cross us the contemporary.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/53151
Arquivos Descrição Formato
000851630.pdf (795.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.