Repositório Digital

A- A A+

Adaptação do instrumento Primary Care Assessment Tool-Brasil versão usuários dirigido à saúde bucal

.

Adaptação do instrumento Primary Care Assessment Tool-Brasil versão usuários dirigido à saúde bucal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adaptação do instrumento Primary Care Assessment Tool-Brasil versão usuários dirigido à saúde bucal
Autor Fontanive, Liége Teixeira
Orientador Harzheim, Erno
Co-orientador Bavaresco, Caren Serra
Data 2011
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Atenção primária à saúde
Estudos de validação
Questionários
Saúde bucal
Saúde da família
[en] Avaluation
[en] Delphi
[en] Oral health
[en] Primary health care
Resumo A Atenção Primária à Saúde (APS) consolidou-se como fundamento para a organização de sistemas nacionais de saúde. Os modelos de sistema que apresentam maior eficiência são estruturados a partir da APS, porém poucos priorizaram e ampliaram o acesso a saúde bucal como o Brasil com a inclusão das equipes de saúde bucal na estratégia saúde da família. Hoje, com quase 23.000 equipes de saúde bucal, o Sistema Único de Saúde (SUS) tem como desafio avaliar e qualificar a rede construída. No Brasil, o instrumento usado para avaliar o grau de orientação dos serviços de saúde prestados por médicos e enfermeiros aos atributos da APS foi validado, adaptado e aplicado em inúmeras cidades. Tal instrumento, chamado Primary Care Assessment Tool-Brasil, avalia as experiências do usuário quanto às características dos serviços de saúde de acordo com os atributos da APS estabelecidos por Starfield. O objetivo deste estudo é construir consenso entre experts na área de saúde bucal sobre as ações que compõe o cuidado odontológico integral em APS, para adaptar o instrumento PCATool Brasil versão usuários com relação ao atributo integralidade. Para tanto, utilizou como delineamento um estudo do tipo Delphi que avaliou lista de 50 ações relacionadas à Integralidade (serviços prestados e oferecidos) em Odontologia na APS. Através de processos iterativos os 36 experts selecionados em todo o país consensuaram, após rodadas de retroalimentação, uma lista de ações que deveriam compor o domínio integralidade para adaptação do instrumento PCATool-Brasil Saúde Bucal. Como resultado, após 5 rodadas, uma relação de 46 ações com alto grau de consenso foi estabelecida pelo grupo de experts. Verificou-se que 85% das ações eram encontradas em algum documento oficial, protocolo ou linha guia avaliada. Parte destas ações, embora não listadas, eram condutas clínicas para condições prevalentes e relevantes para o profissional em APS. O estudo suscitou importante discussão a cerca dos limites da Atenção Primária em Saúde Bucal, das competências do especialista em APS, dos papéis dos outros níveis de atenção e a possibilidade de adaptação de um instrumento que avalie a orientação dos serviços odontológicos de atenção primária aos princípios da APS definidos por Starfield.
Abstract The Primary Health Care (PHC) has established itself as the base for the organization of national health systems. The system models with higher efficiency are structured from the APS, but few have prioritized and expanded access to oral health such as Brazil with the inclusion of oral health teams in the family health strategy. Today, almost 23,000 oral health teams, the National Health System (NHS) is challenged to evaluate and qualify the constructed network. In Brazil, an instrument used to assess the degree of orientation of health services provided by doctors and nurses to the attributes of PHC has been validated, adapted and applied in numerous cities. This instrument, called Primary Care Assessment Tool-Brazil, evaluates the user's experiences on the characteristics of health services according to the attributes of the APS established by Starfield. The objective of this study is to build consensus among experts in the field of oral health on the actions that make up the integrality of dental care in PHC, to adapt the instrument PCATool Brazil-users version with respect to the integrality attribute. To this end, design used as a Delphi-type study that evaluated the list of 50 actions related to the integrality (services provided and offered) in Dentistry at the PHC. Through an iterative process, the 36 experts selected nationwide consensus, after rounds of feedback, a list of actions that should make up the integrality domain for adaptation of the Oral Health PCATool-Brazil. As a result, after five rounds, a framework of 46 actions with a high degree of consensus was established by the group of experts. It was found that 85% of the activities were found in any official document, protocol or guideline evaluated. Some of these actions, although not listed, were to conduct clinical conditions prevalent and relevant to the professional PHC. The study promoted important discussion about the limits of Primary Oral Health, the PHC specialist's skills, the roles of other levels of care and the possibility of adaptation of an instrument to assess the orientation of primary care dental services to the principles of PHC defined by Starfield.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/53155
Arquivos Descrição Formato
000854104.pdf (4.175Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.