Repositório Digital

A- A A+

Solo de clarineta : memórias de um escritor

.

Solo de clarineta : memórias de um escritor

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Solo de clarineta : memórias de um escritor
Autor Mathias, Eleisa
Orientador Lima e Silva, Márcia Ivana de
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Crítica literária
Literatura brasileira
Literatura sul-rio-grandense
Memória
Veríssimo, Érico 1905-1975. Solo de clarineta
[en] Autobiography
[en] Memory
Resumo Escritor de renome, Erico Verissimo, após resistir à ideia, acaba por escrever sua autobiografia. Uma das razões mencionadas para que o escritor mudasse de ideia foi a de que haviam muitas histórias sendo contadas a seu respeito e que ele, então, resolvera contar sua versão como que para colocar um ponto final nas especulações. O texto foi dividido em dois volumes, cada um com uma ênfase diferente. No primeiro encontramos principalmente a formação do escritor: as suas leituras, as suas influências, amizades, primeiros passos como escritor, publicações, concomitante com aspectos de sua vida pessoal e familiar. O segundo volume apresenta fundamentalmente a sua posição político-ideológica, principalmente no contexto da primeira viagem a Portugal. Suas críticas aos regimes totalitários e sua defesa à liberdade humana em todos os aspectos, seja física ou de livre expressão de seus pensamentos, estão muito claras como uma resposta àqueles que lhe diziam que ele não tinha posição política clara e definida. Ao ler seu texto, porém, percebe-se que há, no decorrer dos dois volumes, um tema recorrente, uma espécie de busca realizada pelo autor, não uma busca direta por si mesmo, que é um dos atributos da autobiografia, mas uma busca que acaba sendo definida pelo próprio autor como uma busca pelo seu pai, pela figura paterna que deixou o lar após a separação de sua mãe.
Abstract Erico Verissimo, a very well-known writer, resisted for a long time to the idea of writing his autobiography, but, eventually, changed his mind. One of the reasons for that change was the fact there were many stories being told about him, so, he decided to write his own version in order to end up speculations. The text was divided into two tomes, each one emphasizing a different aspect of his life. The first one focuses on the process of the writer formation: his readings, his influences, relationships with friends, his first steps as a writer, his published works, alongside with aspects of his personal and familiar life. The second tome presents mainly his political-ideological positions, especially regarding his first trip to Portugal. His criticism towards totalitarian regimes and his defense to human liberty, no matter if related to physical aspects or to the free expression of thoughts, are very clear as an answer to those who used to say that he did not have any clear and defined political position. While reading his text, though, it is clear that there is, along both tomes, a recurrent subject, a type of search held by the author. It is not related to a search for the self, which is one of the characteristics of the autobiography, but it is a search for what was defined by the author himself as a search for his father, for the father figure who left home after divorcing his mother.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/54083
Arquivos Descrição Formato
000851151.pdf (658.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.