Repositório Digital

A- A A+

Projeto didático o som que faz a nossa cabeça, interlocução, publicidade e autoria - relato interpretativo dessa experiência pedagógica

.

Projeto didático o som que faz a nossa cabeça, interlocução, publicidade e autoria - relato interpretativo dessa experiência pedagógica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Projeto didático o som que faz a nossa cabeça, interlocução, publicidade e autoria - relato interpretativo dessa experiência pedagógica
Autor Kirsch, William
Orientador Simões, Luciene Juliano
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Canções
Educação básica
Ensino e aprendizagem
Língua portuguesa
Lingüística aplicada
Pedagogia
Resumo Esta pesquisa, inserida no debate sobre ensino e aprendizagem de língua portuguesa e literatura na escola básica, e vinculada à área de Linguística Aplicada, oferece o relato interpretativo da execução do projeto didático “O som que faz a nossa cabeça” no 6º ano de uma estadual de ensino fundamental da região central de porto alegre. O projeto foi planejado pelo pesquisador baseado nas diretrizes propostas pelos Referenciais Curriculares de Língua Portuguesa e Literatura do Estado do Rio Grande do Sul (Filipouski, Marchi e Simões, 2009), e consistiu na elaboração de um CD da turma – com as canções favoritas dos alunos (gravadas em CD) e notas autobiográficas (publicadas no encarte) em que eles relacionam sua canção favorita a aspectos de suas vivências. Além do relato interpretativo, a pesquisa visa a examinar os momentos em que a autoria parece ser publicamente sustentada pelas ações dos participantes da pesquisa durante o processo de reescrita das notas autobiográficas, sobretudo no diálogo mediado pelas versões do texto comentado em bilhetes (da professora e do professor- pesquisador). Para tanto, a pesquisa está alinhada tanto à tradição de pesquisa qualitativa/interpretativa como ao paradigma intervencionista da pesquisa-ação, e lança mão de observação participante registrada em diários de campo (Erickson, 1990). A análise dessas notas sugere que há motivos para crer que o projeto foi ganhando espaço entre os participantes aula a aula, sendo em boa medida atualizado pelos participantes em engajamento nas atividades pedagógicas emergentes. Além disso, na segmentação e tratamento dos dados, encontrei nove casos em que a autoria parece estar sendo publicamente sustentada pelos participantes: oito casos típicos e um caso atípico; a análise do caso atípico, sobretudo, pode ser considerada bastante produtiva em termos de reflexão sobre o ensino e aprendizagem de português, no tocante à escrita, à interlocução, à publicidade e à autoria.
Abstract This research is broadly situated within the realm of Applied Linguistics and, more particularly, within the debate concerned with the pedagogy of Portuguese language and Portuguese-language Literature in the basic schooling. It aims at providing an interpretive/qualitative account of the pedagogical project “O som que faz a nossa cabeça”, developed in a public school located in the surroundings of central Porto Alegre. The project was designed by the researcher based on the guidelines proposed by Referenciais Curriculares de Língua Portuguesa e Literatura do Estado do Rio Grande do Sul (Filipouski, Marchi e Simões, 2009), the state curriculum of the Portuguese Language and Portuguese-language Literature subject. The project, in short, consisted of producing a class CD in which each student chose a favorite song (recorded in the class CD) and wrote an autobiographical note (published in the CD insert), in which the student relates the song to his/her own background. In addition to reporting the project interpretively, the research aims to examine the moments when the participants seem to be publicly sustaining their authorship in social action, during the process of rewriting the autobiographical notes, mainly in participant x teacher-researcher dialogs. For such, the research is aligned to both qualitative / interpretive and participant research paradigms. Thus, the research makes use of participant observation recorded in field notes (Erickson, 1990). The analysis of these notes suggests the project may have gained importance in participants’ activity throughout the project’s development. Furthermore, the analysis reveals that there are nine cases in which we may believe authorship is being publicly demonstrated: eight cases within the pattern established in the indexation and an atypical case; the atypical case may prove particularly interesting as a provocation for reflections on the teaching of Portuguese.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/54093
Arquivos Descrição Formato
000851294.pdf (5.517Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.