Repositório Digital

A- A A+

O impacto dos choques petrolíferos na diplomacia brasileira (1969-1985)

.

O impacto dos choques petrolíferos na diplomacia brasileira (1969-1985)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O impacto dos choques petrolíferos na diplomacia brasileira (1969-1985)
Autor Voigt, Márcio Roberto
Orientador Vizentini, Paulo Gilberto Fagundes
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Política.
Assunto Crise do petróleo
Diplomacia brasileira
Governo Geisel
Governo João Figueiredo : 1979-1985
Governo Médici
Política externa
Resumo Este trabalho tem por objetivo principal descrever e avaliar os impactos dos choques petrolíferos da década de 1970 (1973-1974 e 1979-1980) na condução e transformação da diplomacia brasileira. Utilizando a Análise dos Sistemas Mundo (ASM) como principal pressuposto para a compreensão do Sistema Internacional e do Modelo Nacional Desenvolvimentista da Política Externa Brasileira como referencial específico para a avaliação da ação externa brasileira, esse trabalho procurou contribuir com um estudo que abordou de forma seqüencial três governos do regime militar brasileiro, Médici, Geisel e Figueiredo (1969-1985). Este recorte espaço temporal se justifica fundamentalmente por permitir uma abordagem de médio e largo prazo do problema petrolífero brasileiro que evite análises de caráter conjuntural das crises. Dividido em quatro capítulos, o trabalho trata em seu primeiro capítulo da ASM, do Modelo Nacional Desenvolvimentista e da situação petrolífera do Brasil. Nos três capítulos subseqüentes, cada um dos governos anteriormente referidos são abordados e avaliados, destacando o contexto petrolífero e econômico particular de cada um deles, assim como as principais alterações e permanências da diplomacia brasileira. De forma geral, as principais conclusões são: a) Os choques petrolíferos impactaram decisivamente e comprometeram o processo de inserção do Brasil no sistema internacional dos anos 70; b) a política externa modificou sua atuação no sistema internacional, transformando a questão petrolífera em elemento fundamental na condução e modificação dos vetores em vários cenários regionais como o Oriente Médio, África e América Latina; c) as subsidiárias internacionais da Petrobras, BRASPETRO e INTERBRAS tornaram-se elementos determinantes na resolução do dilema energético externo através da prospecção, exploração e formação de redes de contatos no exterior que internacionalizaram a empresa brasileira; d) a atuação da diplomacia brasileira nos cenários regionais não foi preventiva, mas sim reativa aos problemas criados pelos choques, modificando significativamente sua ação externa no Oriente Médio e África durante a gestão de Ernesto Geisel como presidente; e) A partir da administração Figueiredo, a condução do problema petrolífero brasileiro manteve continuidade na ação externa brasileira nos cenários do Oriente Médio e África, mas modificou sua ação externa para a América Latina, colhendo nessa região bons resultados no processo de diversificação das importações que se tornou objetivo básico da política externa de Figueiredo para o dilema energético.
Abstract This paper aims to describe and assess the impacts of the 1970s (1973-1974 and 1979-1980) oil shocks on the conducting and transformation of Brazilian diplomacy. Using the World-Systems Analysis (WSA) as the main presupposition for understanding the International System and National Developmental Model of the Brazilian Foreign Policy as a specific benchmark for evaluating Brazilian external action, this work has contributed to a study that addressed sequentially three military regime governments in Brazil, led by Médici, Geisel and Figueiredo (1969-1985). This part of the timeline is justified primarily because it allows a medium and long term approach to the Brazilian oil problem which avoids analysis of the conjunctural aspect of crises. Divided into four chapters, this work treats of WSA, the National Developmental Model and the oil state in Brazil in its first chapter. In the three subsequent chapters, each of the governments mentioned above are addressed and evaluated, highlighting their particular oil and economic context, as well as major changes and continuities of Brazilian diplomacy. The overall conclusions are: a) The oil shocks affected and impacted decisively on the insertion of Brazil in the international system of the 70s; b) foreign policy changed its role in the international system, making the oil issue into a fundamental element for conducting and modification of the vectors in various regional scenarios like the Middle East, Africa and Latin America; c) the international subsidiaries of Petrobras, BRASPETRO and INTERBRAS became decisive factors in solving the external energy dilemma by means of prospection, exploration and establishment of foreign contact networks who have internationalized the Brazilian company; d) the performance of Brazilian diplomacy in the regional scenarios was not preventive, but reactive to the problems created by the shocks, significantly changing its external action in the Middle East and Africa during the administration of Ernesto Geisel as president; e) from Figueiredo’s administration on, the driving of Brazilian oil issue kept continuity in Brazilian external activity in the Middle East and Africa, but changed its action in Latin America, achieving, in this region, positive results regarding the diversification process of imports, which became a basic objective of Figueiredo’s foreign policy concerning the energy dilemma.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/54097
Arquivos Descrição Formato
000836553.pdf (1.202Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.