Repositório Digital

A- A A+

Medindo a ocorrência de doença : prevalência ou incidência?

.

Medindo a ocorrência de doença : prevalência ou incidência?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Medindo a ocorrência de doença : prevalência ou incidência?
Autor Wagner, Mario Bernardes
Resumo Objetivos: Revisar conceitos básicos sobre as medidas de freqüência de doença. Métodos: Revisão de diversos livros de epidemiologia e bioestatística e de artigos selecionados. Resultados: As medidas de freqüência de doença enquadram-se em duas grandes categorias: prevalência e incidência. A prevalência determina a proporção de indivíduos que têm a doença em um determinado momento no tempo. A incidência prediz o risco de que um indivíduo saudável venha a desenvolver a doença em um período de tempo. A prevalência está relacionada com a incidência na medida de que é proporcional ao produto da incidência com a duração média da doença. Conclusões: As medidas de freqüência, ou seja, prevalência e incidência, são fundamentais para o estudo da ocorrência das doenças. Apesar de terem qualidades diferentes estão relacionadas entre si e complementam-se neste processo descritivo. No entanto, devido a suas características próprias essas medidas possuem aplicações específicas que devem ser respeitadas. Finalmente, para estimativas acuradas dessas medidas não se deve esquecer dos cuidados metodológicos na escolha de seus numeradores e denominadores, além de atentar para a forma adequada de cálculo.
Abstract Objective: To review the concepts of measures of disease frequency. Methods: Review of a number of epidemiology and biostatistics textbooks and selected articles. Results: There are two broad categories of measures of disease frequency: prevalence and incidence. Prevalence determines the proportion of individuals who have a disease in a population in a moment in time. Incidence predicts the risk that a given healthy individual will develop the disease in a period of time. Prevalence is related to incidence to the extent that it is proportional to the product of incidence density and the mean duration of disease. Conclusions: Measures of disease frequency, i.e., prevalence and incidence, are essential for describing disease occurrence. Despite their intrinsic differences they share complementary roles in this descriptive process. However, their specific characteristics dictate ideal applications that should always be kept in mind. Careful consideration of methodological issues in selecting numerators and denominators, followed by proper calculations contribute to the accuracy of these measures.
Contido em Jornal de Pediatria : Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. Vol. 74, n. 2 (abr. 1998), p. 157-62
Assunto Bioestatística
Doença
Prevalência
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/54350
Arquivos Descrição Formato
000164480.pdf (149.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.