Repositório Digital

A- A A+

O aleitamento materno na prática clínica

.

O aleitamento materno na prática clínica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O aleitamento materno na prática clínica
Outro título Breastfeeding in clinical practice
Autor Giugliani, Elsa Regina Justo
Resumo Objetivo: Apresentar uma revisão atualizada sobre aspectos práticos na promoção e no manejo do aleitamento materno. Métodos: Foram utilizados materiais relevantes sobre o tópico oriundos de revistas científicas, livros técnicos e publicações de organismos internacionais. Resultados: Atualmente tem se recomendado amamentação exclusiva por aproximadamente 6 meses e manutenção do aleitamento materno complementado até os 2 anos ou mais. Apesar das abundantes evidências científicas da superioridade do leite materno sobre outros tipos de leite, ainda é baixo o número de mulheres que amamentam os seus filhos de acordo com as atuais recomendações. Os profissionais de saúde podem melhorar esse cenário, promovendo a amamentação e ajudando as mulheres que amamentam a superar uma série de obstáculos à amamentação bem sucedida. Para a realização dessa tarefa, são necessários conhecimentos e habilidades no manejo das diversas fases da lactação. Aconselhamento no pré-natal, orientação e ajuda no período de estabelecimento da lactação, avaliação criteriosa da técnica de amamentação e intervenção adequada quando surgem os problemas relacionados com a lactação são algumas tarefas que profissionais de saúde que lidam com mães e bebês devem dominar. Este artigo aborda alguns tópicos importantes para a prática clínica da amamentação. Conclusão: A amamentação é a forma ideal de alimentar as crianças pequenas e em muitos casos ela é facilitada pelos profissionais de saúde, através de uma prática clínica adequada.
Abstract Objective: to present an updated review on practical aspects of breast-feeding promotion and management. Methods: review of relevant publications from scientific journals, technical books and publications by international organizations. Results: nowadays, exclusive breast-feeding is recommended for a period of approximately 6 months, and maintenance of complementary breast-feeding should continue for 2 or more years. Despite abundant scientific evidence on the superiority of breastmilk over other types of milk, the number of women who breast-feed their infants according to present recommendations is still low. Health care providers can improve this scenario by encouraging breast-feeding and helping nurturing mothers to overcome breastfeeding hindrances. Therefore, health professionals must have the necessary knowledge and skills for managing the different stages of lactation. This way, they will be able to provide prenatal counseling , guidance and help during the breast-feeding initiation period, careful evaluation of breast-feeding techniques and adequate interventions in the event of any problems associated with breast-feeding. This article is concerned with some important topics related to breast-feeding in clinical practice. Conclusion: breast-feeding is the ideal method for infant feeding, and it can certainly be facilitated by health care providers through adequate clinical practice.
Contido em Jornal de pediatria. Vol. 76, supl. 3 (dez. 2000), p. s238-s252
Assunto Aleitamento materno
[en] Breast-feeding
[en] Human milk
[en] Lactation
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/54366
Arquivos Descrição Formato
000295636.pdf (194.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000295636-02.pdf (94.85Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.