Repositório Digital

A- A A+

Mortalidade neonatal precoce no município de Caxias do Sul : um estudo de coorte

.

Mortalidade neonatal precoce no município de Caxias do Sul : um estudo de coorte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mortalidade neonatal precoce no município de Caxias do Sul : um estudo de coorte
Outro título Early neonatal mortality in Caxias do Sul : a cohort study
Autor Bozzetti, Mary Clarisse
Araújo, Breno F. de
Tanaka, Ana C.A.
Resumo Objetivo: Estabelecer o perfil dos neonatos de Caxias do Sul e estudar a mortalidade neonatal precoce, suas causas e as variáveis a esta relacionadas. Métodos: Estudo de coorte envolvendo 5.545 recém-nascidos acompanhados por até 7 dias de vida. Calculou-se a probabilidade de morte neonatal precoce (PMNP), utilizando-se a regressão logística múltipla para relacionar as variáveis estudadas com a mortalidade neonatal precoce. Resultados: A PMNP observada foi de 7,44 por mil nascidos vivos. A incidência de partos prematuros e de baixo peso ao nascer foi de 9,4% e 8,1%, respectivamente. O índice de cesarianas foi de 55%, apresentando relação com o nível socioeconômico e educacional. As variáveis relacionadas ao óbito foram a história de natimortalidade, a idade materna >35 anos, idade gestacional, Apgar < 7, sexo masculino e baixo peso. A principal causa de óbito foi a doença da membrana hialina, seguida pelas cardiopatias congênitas, prematuridade extrema e descolamento prematuro de placenta. Conclusão: Apesar da PMNP ter sido baixa, ocorreram mortes que poderiam ter sido evitadas com um melhor atendimento no prénatal, no parto e na assistência ao RN.
Abstract Objectives: To establish the profile of neonates in Caxias do Sul city, and to study early neonatal mortality, its causes and related variables. Methods: This cohort study enrolled 5,545 newborns, which were followed up to 7 days after birth. The probability of early neonatal mortality was calculated and multiple logistic regression was performed to relate all studied variables to the outcome of early neonatal death. Results: The observed probability of early neonatal mortality was 7.44 per thousand live births. The incidence of premature births and low birth weight was 9.4% and 8.1%, respectively. Fifty five percent of the neonates were born through cesarean section, which were related to socioeconomic and educational level. Previous history of neonatal mortality, maternal age > 35 years, gestational age, Apgar score < 7, male sex and low birth weight were related to early neonatal death. The main cause of death was hyaline membrane disease, followed by congenital cardiopaties, extreme preterm and abruptio placentae. Conclusion: Even though the observed probability of early neonatal mortality was low, some deaths may have been avoided if better prenatal and delivery care, as well as newborn assistance had been offered.
Contido em Jornal de Pediatria.Rio de Janeiro. Vol. 76, n. 3,(2000), p. 200-206
Assunto Mortalidade infantil : Epidemiologia : Rio Grande do Sul
[en] Early neonatal mortality
[en] Newborn
[en] Perinatal health
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/54369
Arquivos Descrição Formato
000296468.pdf (46.02Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000296468-02.pdf (65.86Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.