Repositório Digital

A- A A+

Elementos que conformam a evolução da agricultura na era da globalização : o posicionamento estratégico de atores locais no sul do Brasil

.

Elementos que conformam a evolução da agricultura na era da globalização : o posicionamento estratégico de atores locais no sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Elementos que conformam a evolução da agricultura na era da globalização : o posicionamento estratégico de atores locais no sul do Brasil
Autor Maia, Cláudio Machado
Orientador Filippi, Eduardo Ernesto
Co-orientador Moreira, Manuel Belo
Riedl, Mario
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura familiar
Brasil, Região Sul
Crissiumal (RS)
Desenvolvimento rural
Globalização
Política agrícola
Santo Antônio da Patrulha (RS)
Sociologia econômica
[en] Agricultural policy
[en] Family farming
[en] Globalization
[en] Rural development
Resumo Esta Tese combina reflexão teórica e estudo empírico sobre o posicionamento estratégico de atores nas localidades de Crissiumal e Santo Antônio da Patrulha, sul do Brasil. Apresenta-se uma análise comparada da (gênese da) política agrícola em alguns distintos países, caracterização e gênese do processo de desenvolvimento e da inserção da agricultura assim como elementos que tem conformado sua evolução e reestruturação. O objetivo geral é analisar a evolução da agricultura nas últimas décadas no contexto da política agrária moderna e, especificamente, explicar os impactos da política agrária moderna para a agricultura de base familiar; descrever características que os atores locais possam apresentar para que o processo de desenvolvimento possibilite alcançar mercado aos seus produtos e apresentar estudo de caso num contexto da (re) emergência da agroindústria familiar como alternativa de desenvolvimento. Os desenvolvimentos teóricos pertencem a enfoques distintos, se inserindo no que se chama de uma metodologia de economia política crítica. Combinou-se três técnicas de investigação: A pesquisa exploratória para desenvolver, esclarecer e modificar conceitos e idéias, envolvendo levantamento bibliográfico, documental, entrevistas e estudo de caso. A revisão histórica busca a relação entre evolução da agricultura e a importância da agricultura familiar no processo de desenvolvimento. Nas entrevistas aprofundou-se e complementou-se a análise documental. Na questão delimitadora da pesquisa discutiu-se fatores políticos, sociais e econômicos que estão na origem da política agrícola moderna e ações para garantir um modelo de agricultura baseado na pequena exploração familiar. Na perspectiva analítica território, abordou-se elementos que podem favorecer o processo de desenvolvimento (rural). Na perspectiva da sociologia econômica analisou-se a construção social das relações de mercado e a origem histórica social dos fenômenos econômicos. Empiricamente, diferentes estratégias na condição de agricultura familiar em busca de inserção de produtos no mercado, uma gestão social específica, posicionamento estratégico e organização Cooperativa alternativa para coordenação ao mercado. Em Crissiumal, a construção social do mercado decorre de variáveis sociais associadas à dinâmica cultural e política, ao ambiente de colaboração das alianças e ao modelo de desenvolvimento local devido a compreensões compartilhadas, a relações sociais de confiança, mas também a condições organizativas e ao posicionamento estratégico dos atores. Santo Antonio da Patrulha, também alcança mercados, entretanto, identificou-se gargalos, baixa propensão ao associativismo, situação própria da visão liberal, individualismo metodológico, interesse próprio, conforme indicado nos relatos. Então, na hipótese de um vínculo entre agricultura e Estado, na política agrária moderna um contexto que pressupõe um enquadramento no qual predomina a existência da exploração agrícola familiar, caracteristicamente um conjunto de instituições, cujas formas são específicas ao setor agrário (cooperação, mutualismo, sindicalismo, administração pública) que vem se constituindo progressivamente num aparato de enquadramento técnico, social e econômico. Enquadramento que vem administrando as complexas relações entre a sociedade industrial (capitalista) e a sociedade agrária e assegurando a reprodução desta pequena produção, sendo coerente com as formas específicas dela.
Abstract This thesis relates theoretical considerations and empirical studies on the strategic behavior of actors in the counties of Crissiumal and Santo Antonio da Patrulha, Southern Brazil. In a context conditioned by globalization, we discuss developmental dynamics and regional integration, elements showing relevant for public policies through their interaction and empowerment. We do not intend to analyze the rural productive units internally, but a more aggregated analysis of the consequences of their internal relationships, how they affect the decision making process and the effects on their evolution and structure. We search for agents that determine the main variables of the agricultural dynamics, focusing on both micro and macro elements. The theoretical background uses different approaches, inserting itself in what is known as a methodology of critical political economy. We combined three investigation techniques: Exploratory research in order to clarify, modify and develop concepts and ideas, which comprised bibliographic research, documental search, interviews and case study; The historical background which emphasizes the relationship between agricultural evolution and the family farming role in the development process, through the interviews we intended to consolidate the documental analysis; The focus of the research consisted in discussing the political, economic and social factors in the origin of the modern political agriculture, as well as the initiatives to consolidate a model based on family farming. We present a comparative analysis of the agricultural policy in different countries. We focus on globalization and characterization of the development process and the role of agriculture in its evolution and transformation. We focus on the analytical perspective of the territory, considering the rural world complexity. Also, the evolution of agricultural policies in European and Latin American countries, as well as factors that may enhance the process of rural development. Empirically, different strategies of the family farming in search of new markets for their products were analyzed. We found out that they use a specific social administration, strategic positioning and cooperative organization to assess the market. Rules and institutions characterized by cooperation, association, participative governance and a relative authonomy contribute for the implantation of a diversified productive system of family agroindustries. The social construction of the market results from social variables linked to the cultural and political dynamics, the environment of collaboration and the capacity to introduce a model of local development based on shared experiences and social relations of confidence.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/54521
Arquivos Descrição Formato
000856396.pdf (5.898Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.