Repositório Digital

A- A A+

O pão, o vinho e a cachaça : um estudo envolvendo os saberes populares na região do Alto Uruguai Gaúcho

.

O pão, o vinho e a cachaça : um estudo envolvendo os saberes populares na região do Alto Uruguai Gaúcho

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O pão, o vinho e a cachaça : um estudo envolvendo os saberes populares na região do Alto Uruguai Gaúcho
Autor Venquiaruto, Luciana Dornelles
Orientador Del Pino, Jose Claudio
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde.
Assunto Conhecimento científico
Conhecimento escolar
Conhecimento popular
Construção do conhecimento
Cultura
Currículo
[en] Academic knowledge
[en] Culture
[en] Curricula
[en] Popular knowledge
[en] School knowledge
Resumo A presente pesquisa – em que se optou por estudar saberes populares relacionados à produção do pão, da cachaça e do vinho – pretende ser uma contribuição para estudos do campo do currículo. Ao se problematizar e ampliar discussões curriculares objetivou-se estudar maneiras de valorizar saberes populares, por intermédio da experimentação, no currículo, para que estes sejam estudados como saber escolar, contribuindo para um ensino mais contextualizado. A partir de teorizações sobre alguns saberes e como estes se relacionam com vertentes ligadas à diversidade cultural em uma perspectiva contemporânea, construiu-se um referencial teórico marcado por envolvimento entre Currículo e Cultura. A parte empírica desta proposta de pesquisa orientou-se em técnicas com inspiração etnográfica, envolvendo um grupo de agricultores campesinos, situado ao norte do estado do Rio Grande do Sul. Foram feitas observações e entrevistas com os componentes dessas famílias. Os saberes que envolvem o preparo do pão, da cachaça e do vinho constituem a cultura de um determinado grupo social e foram estudados com o intuito de torná-los saberes escolares. Para tanto, produziu-se atividades experimentais, voltadas ao ensino médio, que envolvam os saberes pesquisados. Sobre os saberes que envolvem o pão, foram propostas atividades referentes às temáticas cinética química, particularmente destacando os efeitos da temperatura e da concentração em relação à velocidade de reação e densidade. Em relação aos saberes que envolvem o preparo da cachaça, foram propostas atividades referentes às temáticas óxidoredução, reações ácido-base, reações de complexação e preparo de soluções. A respeito dos saberes que envolvem o preparo e conservação do vinho, foram propostas atividades referentes às temáticas acidez, pH, reações ácido-base e volumetria de neutralização. Cumprida essa etapa, foram realizadas ações no contexto universitário, mais especificamente com estudantes dos cursos de Química e Biologia Licenciatura, da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Campus de Erechim. Assim, por intermédio de atividades desenvolvidas na disciplina Prática de Ensino em Ciências, foram aplicadas as atividades propostas nesta pesquisa – referentes aos saberes pesquisados – aos acadêmicos dos cursos citados. Constatamos que os acadêmicos que participaram desta pesquisa possuem dificuldades para interpretar e explicar os saberes populares, uma vez que esta atividade enseja o trânsito por muitos saberes acadêmicos. Destaca-se, no entanto, que há um entendimento, por parte desses acadêmicos, da existência de um caráter aproximado entre os saberes populares estudados e os saberes acadêmicos. Mais que isso, é possível afirmar que consideram importante a valorização de saberes que não os hegemônicos no currículo escolar, em especial os saberes que constituem as práticas cotidianas de agricultores campesinos, por fazerem parte da cultura popular local. Verificamos, com este estudo, que é possível que conteúdos programáticos do currículo escolar de Ciências atuem como aglutinadores da diversidade de necessidades e de significados atribuídos pelos educandos sobre os saberes populares estudados, possibilitando que esses significados sejam reconstruídos.
Abstract In this research we opted for studying the popular knowledge of bread, spirits and wine making process. This work was developed to study the conversion of popular knowledge of a specific social class into school curricula. The problematization and discussion of curricula aimed at finding ways of valorization of popular knowledge, by means of including their concepts in the school churricula by means of experimentation, so that they are studied as school knowledge, improving the contextualization of education. A theoretical reference marked by the relation between Curricula and Culture was built from theorization of some popular knowledge and how they are related with cultural diversity in a contemporary perspective. The empirical aspect of this research was based on techniques with ethnographic inspiration, involving a group of small farmers from the Northern part of the State of Rio Grande do Sul. Observations and semi-structured interviews with components of those families were carried out. The knowledge of bread, spirits and wine making process constitute the culture of each social group and were studied with the intention to turn them into school knowledge. Thus, experimental activities involving the studied popular knowledge were developed, aimed at high school students. For bread-making knowledge, activities involving chemical kinetics were developed. These activities were focused on the effects of temperature and concentration on reaction rate and density. The activities proposed based on the popular knowledge of spirits making included experiments on oxidation and reduction reactions, acidbase reactions, complexation reactions and preparation of solutions. The knowledge involved in winemaking and conservation activities involving the issues acidity, pH, acid-base reactions and neutralization volumetry were proposed. After this step, actions in the university context were developed, specifically with students from the undergraduate courses of Chemistry and Biology of Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Erechim. Thus, the activities proposed in this research were applied in the subject “Practices in Science Teaching” to the students of such courses. We observed that the students that took part on this research experienced difficulties in interpreting and explaining the popular knowledge, since this activity demands much academic knowledge. It is important to note, however, that the undergraduate students understand that there is a relation between the popular knowledge and the academic knowledge. Moreover, it is possible to assert that they consider important the valorization of the knowledge that is not hegemonic in the school curricula; specially the knowledge that constitutes daily practices of small farmers and is part of local culture. We observed with this study that it is possible that content descriptions of school curricula in Science subjects act as bonds of the diversity of needs and meanings attributed by the school students about the studied popular knowledge, making possible their reconstruction.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/54859
Arquivos Descrição Formato
000854317.pdf (1.519Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.