Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da ansiedade de traço e estado no viés de atenção nos canais visual e auditivo

.

Avaliação da ansiedade de traço e estado no viés de atenção nos canais visual e auditivo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da ansiedade de traço e estado no viés de atenção nos canais visual e auditivo
Autor Melo, Wilson Vieira
Orientador Araujo, Lisiane Bizarro
Co-orientador Oliveira, Alcyr Alves de
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Ansiedade
Atenção seletiva
Inventario de ansiedade traco-estado
[en] Anxiety
[en] Attentional bias
[en] Selective attention
Resumo Ansiedade e atenção são dois conceitos complexos, que se relacionam diretamente em função de estratégias adaptativas relacionadas à sobrevivência em seres humanos. A presente tese teve como objetivo investigar se as ansiedades de traço e de estado estariam relacionadas ao viés de atenção nos canais visual ou auditivo em uma amostra não clínica. Os capítulos apresentam experimentos com a Visual Probe Detection Task, a Escuta Dicótica e o Stroop Emocional. Todos os experimentos foram realizados em população não clínica e comparou os resultados do cálculo do viés de atenção em grupos definidos pelos escores no inventário de ansiedade de traço e de estado. Foi observada a ausência de relação entre a ansiedade de traço e de estado com o viés de atenção nestes experimentos. A falta de especificidade cognitiva dos estímulos que compõem os três experimentos foi proposta como a causa principal destes resultados.
Abstract Anxiety and attention are two complex concepts that relate directly because of adaptive strategies related to survival in humans. This doctoral thesis addressed some aspects related to these two issues. It were discussed some aspects of trait and state anxiety and the study of attentional bias in visual and auditory channels. The chapters present the empirical results of the experiments that used the Visual Probe Detection Task, the Dichotic Listening Task and the Emotional Stroop Task. All experiments were performed in non-clinical population and related the results of the evaluation of attentional bias scores with trait and state anxiety. The results showed no relationship between trait and state anxiety with the attentional bias. It discusses possible reasons for this lack of bias in these samples. Among the possibilities, the lack of cognitive specificity of stimuli that make up the three experiments was proposed as the main reason for it.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/55064
Arquivos Descrição Formato
000856292.pdf (3.673Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.