Repositório Digital

A- A A+

Adaptação e validação transcultural do questionário de comportamentos agressivos e reativos entre pares (Q-CARP)

.

Adaptação e validação transcultural do questionário de comportamentos agressivos e reativos entre pares (Q-CARP)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adaptação e validação transcultural do questionário de comportamentos agressivos e reativos entre pares (Q-CARP)
Autor Borsa, Juliane Callegaro
Orientador Bandeira, Denise Ruschel
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Comportamento agressivo
Criança
Psicometria
Questionários
Validade do teste
[en] Aggressive behavior
[en] Child
[en] Cross-cultural study
[en] Scale
[en] Validation
Resumo A presente tese de doutorado teve por objetivo traduzir, adaptar e validar para o contexto brasileiro o Questionário de Comportamentos Agressivos e Reativos entre Pares (Q-CARP), instrumento italiano, de autorrelato, empiricamente baseado, constituído por duas escalas independentes. A primeira escala avalia o comportamento agressivo infantil e a segunda escala avalia diferentes reações frente à agressão entre pares. Também foi objetivo deste estudo, a validação transcultural do instrumento entre Itália e Brasil. O estudo de validação do instrumento no Brasil contou com a participação de 727 crianças (52% meninos), de 8 a 13 anos, estudantes do ensino fundamental de escolas públicas e privadas do Rio Grande do Sul. Análises fatoriais exploratórias e confirmatórias foram conduzidas para testar a estrutura do instrumento, a qual foi consistente com o instrumento original, apresentando uma solução unifatorial para a primeira escala (Escala de Comportamentos Agressivos – ECA) e uma solução de três fatores (Reação Agressiva – RA; Busca de Apoio – BA; Reação Internalizada – RI) para a segunda escala (Escala de Comportamentos Reativos – ERA). Análises de validade convergente e análises multivariadas por sexo e idade também foram conduzidas. Os resultados indicaram que o Q-CARP apresenta boas propriedades psicométricas e satisfatórias evidências de validade e de fidedignidade, configurando-se como um instrumento útil para avaliação dos comportamentos agressivos bem como da reação da criança frente à agressão de seus pares. O estudo de validação transcultural contou com a participação de 587 crianças italianas, de 6 a 11 anos (52% meninos), além das 727 crianças brasileiras. As análises confirmatórias multigrupos atestaram a invariância do instrumento, indicando que o Q-CARP é uma medida válida para avaliar os comportamentos agressivos e reações frente à agressão em ambos os contextos (brasileiro e italiano). Uma MANCOVA foi realizada para avaliar diferenças em meninos e meninas e em crianças brasileiras e italianas para cada uma das escalas do Q-CARP. Meninos apresentaram maior nível que as meninas na ECA e também apresentaram maiores médias no fator RA da ERA. Já as meninas apresentaram maiores níveis para o fator BA e para fator RI da ERA. Em relação à comparação entre países, crianças italianas apresentaram maiores médias para a ECA e crianças brasileiras maiores médias para RI. Os resultados são discutidos à luz da literatura.
Abstract The present doctoral dissertation aimed to translate, adapt and validate to the Brazilian context the Peer Aggressive and Reactive Behaviors Questionnaire (PARB-Q), an Italian self-report and empirically based instrument, composed by two independent scales. The first scale assesses child aggressive behavior, whereas the second scale evaluates different reactions to peer aggression. It was also conducted a cross-cultural validation of the PARB-Q between Italy and Brazil. Participants of the Brazilian validation study were 727 children (52% boys), ranging from 8 to 13 years old, students of public and private elementary schools of the Rio Grande do Sul State. Exploratory and confirmatory factor analyses were conducted in order to verify the structure of the PARB-Q, which was consistent with the original instrument, resulting in a one-factor solution for the first scale (Peer Aggression - PA) and a three-factor solution (Reactive Aggression – RA, Seeking Teacher Support – STS and Internalizing Reaction - IR) for the second scale (Reaction to Peer Aggression Scale - RPA). Convergent validity analysis and multivariate analysis by sex and age were also performed. The results indicated that the PARB-Q presented good psychometric properties and satisfactory evidence of validity and reliability. The PARB-Q was configured as a useful tool to evaluate child aggressive behavior and child's response to peer aggression. Participants of the cross-cultural validation study were 587 Italian and 727 Brazilian students of elementary public schools. Multigroup confirmatory factor analyses attested full measurement invariance of the instrument, indicating that the PARB-Q is a valid measure to assess the child aggressive behavior and responses to peer aggression in both Brazilian and Italian contexts. A MANCOVA (using age as a co-variable) was performed to assess differences in boys and girls and in Brazilian and Italian children for each of the PARB-Q scales. Boys showed higher levels than girls in the PA scale and also presented higher levels in the RA factor of the RPA scale. Girls presented higher levels of the STS and IR factors of the RPA scale. Regarding cross-country comparisons, Italian children presented higher levels in the PA scale whereas Brazilian children presented higher levels in the IR factor. The results are discussed in light of the literature.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/55078
Arquivos Descrição Formato
000856273.pdf (2.335Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.