Repositório Digital

A- A A+

Processos de aprendizagem em uma ONG : um estudo de produção teatral à luz da perspectiva cultural CULTURAL

.

Processos de aprendizagem em uma ONG : um estudo de produção teatral à luz da perspectiva cultural CULTURAL

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Processos de aprendizagem em uma ONG : um estudo de produção teatral à luz da perspectiva cultural CULTURAL
Autor Sawitzki, Roberta Cristina
Orientador Antonello, Cláudia Simone
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Cultura organizacional
Processo de aprendizagem
Produção teatral
[en] Interpretive cultural perspective
[en] Learning processes
[en] Organizational aesthetics theory
[en] Organizational culture
[en] Theatrical production practices
Resumo Esse estudo teve por objetivo compreender os processos de aprendizagem a partir das práticas de produção teatral dos espetáculos teatrais de uma organização não governamental à luz da perspectiva cultural. Desenvolveu-se uma pesquisa de natureza qualitativa, utilizando as técnicas de entrevista em profundidade com roteiro semiestruturado, entrevistas semiestruturadas, entrevistas informais, observação participante, grupo focal e pesquisa documental para coleta de dados. A observação participante envolveu 13 meses de pesquisa de campo, com suporte de anotações em diário de campo, fotografias, vídeos e registros sonoros. Os registros foram decorrentes de momentos formais e informais, quando realizou-se as distintas entrevistas, grupos focais, acompanhamento de ensaios, apresentações dos espetáculos, reuniões, festas e gravações de videotapes, com coleta de dados espontâneas realizadas com profissionais dos elencos do Projeto Vida Urgente no Palco da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga. Também foram pesquisados documentos, tais como: folders, flyers, banners, propagandas, material didático, vídeos, manual de descrição de cargos, organogramas, organização de itinerários de apresentações, fichas de avaliação das escolas etc. Para realizar o tratamento e a interpretação dos dados coletados, utilizou-se a análise interpretativista. Entre os principais resultados encontrados tem-se: sob a ótica dos membros do Projeto Vida Urgente no Palco, pôde-se compreender que esses entendem a produção teatral de forma difusa e associada, predominantemente, ao trabalho do produtor teatral. Além disso, percebe-se uma confusão entre os termos produção teatral, produção cultural e produção artística. Sobre as práticas de produção teatral, foi possível identificar que nessa organização ela ocorre em três fases distintas: a pré-produção, a produção e a execução. Os profissionais envolvidos nessas etapas variam de ano para ano, no entanto, as tarefas costumam ser divididas e realizadas coletivamente. Todos entendem como elementos que identificam e diferenciam o trabalho do Projeto Vida Urgente no Palco: a preocupação em passar a mensagem, a maneira tradicional de pensar uma montagem de teatro, ou seja, vinculada ao texto; não haver muito espaço para criação de personagem; ser um processo coletivo e colaborativo. Percebeu-se que suas práticas eram permeadas de momentos de humor, descontração, colaboração, interações e compartilhamento de conhecimento tácito. As práticas de produção teatral também permitiram visualizar momentos de justaposição de ordem e desordem – preservação e inovação ocorrendo simultaneamente – principalmente em função da escolha do campo de estudo (Fundação Thiago de Moraes Gonzaga), que atua há mais de 10 anos por meio do teatro. Em função desta organização trabalhar há bastante tempo com espetáculos, houve a possibilidade de encontrar uma cultura e um know-how próprios, que a diferencia das demais, e, por isso, encontrou-se várias linguagens comuns como ações rotineiras e artefatos materiais compartilhados que permitiram examinar a fecunda tensão entre aprender e organizar. Em relação à aprendizagem dos membros do Projeto Vida Urgente no Palco, pôde-se encontrar como principais processos a aprendizagem na prática, aprendizagem de um ofício, embora também tenham apontado outros processos de aprendizagem que possibilitaram desenvolver o conhecimento sobre seu trabalho, tais como: aprender com experts, aprender observando, aprender pela troca, aprender em cursos, aprender sozinho, aprender com os próprios erros, aprender pela reflexão e aprender resolvendo problemas. Dentre os principais momentos e facilitadores de aprendizagem, destaca-se a justaposição de ordem e desordem pela prática do humor e da improvisação, manutenção versus inovação.
Abstract This study aimed to understand the learning processes from the practices of theatrical stage production of a non-governmental organization in light of the cultural perspective. A qualitative research was developed using techniques of in-depth interviews with semi-structured script, interviews with semi-structured script, informal interviews, participant observation, focus groups and documentary research for data collection. Participant observation involved 13 months of field research, with support of daily field notes, photographs, videos and sound recordings. The records were a result of formal and informal moments, when different interviews, focus groups, rehearsals, performances of the plays, meetings, parties and recordings of videotapes were carried out, with spontaneous data collection by professionals of the team of the project Vida Urgente on the Stage of the Thiago de Moraes Gonzaga Foundation. Were also analyzed documents such as: folders, fliers, banners, advertisements, teaching material, videos, manual of job descriptions, organization charts, organization and schedule of performances, evaluation reports of the schools, etc. Interpretative analysis was used to conduct the processing and interpretation of the data collected. Among the main results we have: from the perspective of members of the Project Vida Urgente on Stage, we understood that they see theater production in a diffuse and associated manner, predominantly, related to the work of theatrical producer. Furthermore, we perceived confusion between the terms theatrical production, cultural production and artistic production. On the practices of theatrical production, it was possible to identify that in this organization it occurs in three distinct phases: pre-production, production and performance. The professionals involved in these phases vary from year to year, however, the tasks are usually divided and accomplished collectively. Everyone understands as elements that identify and distinguish the work of the project Vida Urgente on the Stage: the concern in getting the message out, the traditional way of thinking a theatrical set-up, i.e., connected to the text; the lack of room for character creation; that it is a collective and collaborative process. It was noticed that their practices were permeated by moments of humor, fun, collaboration, interaction and sharing of tacit knowledge. The practices of theatrical production also allowed us to visualize moments of juxtaposition of order and disorder - preservation and innovation occurring simultaneously - mainly due to the choice of the field of study (Thiago de Moraes Gonzaga Foundation), which has operated for over 10 years through theater plays. Since this organization works for a long time with performances, it was possible to find a singular culture and know-how, which differentiates it from others, and therefore we found several common languages as shared routine actions and material artifacts that allowed us to examine the fruitful tension between learning and organizing. Regarding the learning process of members of the project Vida Urgente on Stage, we could find as the main one learning in practice, learning a profession, but they also have pointed other learning processes that enabled the development of knowledge about their work, such as: learning from experts, learning by watching, learning by exchanging, learning in courses, teaching yourself, learning from their own mistakes, learning through reflection and learning by solving problems. Among the key moments and facilitators of learning, we highlight the juxtaposition of order and disorder through the practice of humor and improvisation, maintenance versus innovation.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/55123
Arquivos Descrição Formato
000852725.pdf (8.727Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.