Repositório Digital

A- A A+

Percepções de familiares frente à atenção em saúde mental em uma Estratégia de Saúde da Família

.

Percepções de familiares frente à atenção em saúde mental em uma Estratégia de Saúde da Família

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Percepções de familiares frente à atenção em saúde mental em uma Estratégia de Saúde da Família
Autor Carvalho, Raissa Ribeiro Saraiva de
Orientador Schneider, Jacó Fernando
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Programa Saúde da Família
Saúde mental
[en] Family
[en] Family health strategy
[en] Mental health
Resumo O Movimento da Reforma Psiquiátrica Brasileira iniciou-se por volta de 1970, visando à superação do modo asilar e a implantação de serviços extra-hospitalares na perspectiva do modo psicossocial. Frente a esse modo de desinstitucionalização, a família passa a ser uma parceria dos serviços de saúde, a fim de contribuir como co-responsável pelo tratamento das pessoas em sofrimento psíquico. Nesse contexto, a Estratégia de Saúde da Família (ESF) torna-se fundamental para a atenção dessas pessoas. Assim, este estudo tem como objetivo compreender a percepção de familiares frente à atenção em saúde mental em uma ESF. Trata-se de uma pesquisa do tipo estudo de caso vinculado a pesquisa intitulada “Avaliação das ações de Saúde Mental na Estratégia Saúde da Família”. Este estudo foi realizado no município de Porto Alegre na ESF Pitoresca, com a participação de 10 familiares, sendo a coleta de dados realizada por meio de entrevistas semi-estruturadas. Para a análise de dados foi utilizado a Análise de Conteúdo com os seguintes temas abordados: o atendimento realizado pela equipe da ESF; o acompanhamento especializado; as atividades focadas e; acesso a rede de saúde mental. Após realizar o estudo, constatou-se que os familiares percebem a atenção em saúde mental de uma forma ampla que vai além do cuidado básico oferecido pela ESF e que as ações realizadas pelas ESF estão ocorrendo de maneira gradual. Contudo, para que avanços ocorram se faz necessário a participação e a co-responsabilização de todos os envolvidos, seja equipe, familiares e usuários.
Abstract The Brazilian Psychiatric Reform Movement began around 1970, aiming at overcoming the asylum mode and deployment of extra-hospital services from the perspective of the psychosocial aspects. Faced with this mode of deinstitutionalization the family becomes a partnership of health services in order to contribute as co-responsible for the treatment of persons in distress. In this context, the Family Health Strategy (FHS), it becomes critical to the attention of these people. This study is aimed at understanding the perception of family front of the mental health care in a FHS. This is a research type case study linked to a survey entitled "Evaluation of the actions of the Mental Health Family Health Strategy." This study was conducted in Porto Alegre in the FHS Pitoresca, with the participation of 10 families, and information collection conducted through semi-structured interviews. For information analysis we used Content Analysis with the following themes: the services provided by the professional teams of FHS, the lack of specialized treatment, the desire to have workshops and activities, referral to other mental health services. After performing the study, found that family members perceive the mental health care in a comprehensive way that goes beyond the basic care offered by the FHS and the actions taken by the FHS are occurring gradually. However, for progress to occur it is necessary participation and shared responsibility of all involved, whether professional teams, family members and users.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/55155
Arquivos Descrição Formato
000857141.pdf (1.420Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.