Repositório Digital

A- A A+

Associação entre circunferência da cintura e dislipidemia e resistência periférica à insulina em crianças com excesso de peso

.

Associação entre circunferência da cintura e dislipidemia e resistência periférica à insulina em crianças com excesso de peso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Associação entre circunferência da cintura e dislipidemia e resistência periférica à insulina em crianças com excesso de peso
Autor Spaniol, Roselaine Patrícia
Orientador Beghetto, Mariur Gomes
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Circunferência da cintura
Criança
Dislipidemias
Obesidade
Resistência à insulina
[en] Child/child labor
[en] Dyslipidemia
[en] Insulin resistance
[en] Obesity
[en] Waist circumference
Resumo Introdução: A associação entre obesidade central e dislipidemia e resistência periférica à insulina está descrita em adultos e começa a ser identificada na infância e adolescência. Objetivo: Avaliar a associação entre a circunferência da cintura e dislipidemia e índice HOMA em crianças com excesso de peso. Métodos: Na primeira consulta de crianças e adolescentes com excesso de peso (IMC > percentil 85) em um ambulatório de referência, foi avaliada a presença de obesidade central (circunferência da cintura >percentil 90), perfil lipídico, glicose, insulina e índice HOMA. Foram aplicados os testes t-Student, Mann-Whitney e de qui-quadrado, com a finalidade de comparar dislipidemia e resistência periférica à insulina entre os grupos com e sem obesidade central. O projeto foi aprovado quanto aos aspectos éticos e metodológicos pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Resultados: Analisou-se informações referentes à primeira consulta e ao primeiro exame de 378 crianças, 51,6% do sexo masculino e 91,5% obesas. O percentual de obesidade central entre os estudados foi de 82,5%. Identificou-se que crianças com maior circunferência da cintura apresentaram maior alteração em níveis de HDL (70,5% vs 50,0%; p=0,001), TGC (26,6% vs 15,2%; p=0,005), insulina (56,4% vs 37,9%; p=0,012) e HOMA (60,9% vs 43,9%; p=0,011). Observou-se uma grande prevalência de pacientes com alteração no índice HOMA, apontando uma associação entre a alteração no HOMA e excesso de peso. Conclusão: Através dos achados, pode-se constatar que a presença de obesidade central nas crianças e adolescentes com excesso de peso esteve fortemente associada à presença de dislipidemia e de resistência periférica à insulina. Os achados enfatizam a importância de obtenção de informações sobre a distribuição de gordura corporal, circunferência da cintura em particular, nas crianças e adolescentes com excesso de peso e o desenvolvimento de outros estudos envolvendo o grupo etário que permitam um maior conhecimento das influências da obesidade central em diversos fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis.
Abstract Background: The association between central obesity and dyslipidemia and peripheral insulin resistance in adults patients is reported. However, in child and adolescence, papers are more scarce. Objective: To evaluate the association between the waist circumference and dyslipidemia and HOMA index, in children with overweight. Methods: On the first visit of children and teenagers with overweight (BMI > 85th percentile) at ambulatory of reference, was evaluated the presence of central obesity (waist circumference > 90th percentile), blood lipid markers, glucose, insulin and HOMA index. Were applied the t-Student, Mann-Whitney and chi-square tests, in order to compare dyslipidemia and insulin resistance between groups with and without central obesity. The project was approved as ethical and methodological aspects by ethics boards of the institution. Results: We evaluated 378 children, 51.6% male and 91.5% obese. The central obesity 82.5%. Children with higher waist circumference presented higher alteration in HDL levels (70.5% vs. 50.0%, p = 0.001), TGC (26.6% vs. 15.2%, p = 0.005), insulin (56.4% vs. 37.9%, p = 0.012) and HOMA (60.9% vs. 43.9%, p = 0.011). There was high prevalence of patients with high HOMA index, suggesting an association between increase in HOMA and overweight. Conclusion: These findings found an aasociation between central obesity and dyslipidemia and insulin resistance in overweight children and adolescents . The findings emphasize the importance of obtaining information about the distribution of body fat, waist circumference, especially in children and adolescents with overweight, and the development of other studies involving the age group allowing a greater knowledge of the influence of central obesity in several risk factors for chronic diseases.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/55167
Arquivos Descrição Formato
000857282.pdf (1.485Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.