Repositório Digital

A- A A+

Tecendo e aprendendo : redes sociocognitivas e autopoiéticas em ambientes virtuais de aprendizagem

.

Tecendo e aprendendo : redes sociocognitivas e autopoiéticas em ambientes virtuais de aprendizagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tecendo e aprendendo : redes sociocognitivas e autopoiéticas em ambientes virtuais de aprendizagem
Autor Valentini, Carla Beatris
Orientador Fagundes, Léa da Cruz
Co-orientador Costa, Antonio Carlos da Rocha
Data 2003
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Assunto Ambiente de aprendizagem
Ambiente virtual
Autopoiese
Desenvolvimento cognitivo
Ensino à distância
Ensino superior
Graduação
Informática
Sociocognição
Tecnologia digital
[en] Autonomy
[en] Auto-poiese
[en] Cognition
[en] Cooperation
[en] Metacognition
[en] Self-organization
[en] Socio-cognition in virtual learning environments
[es] Autonomía
[es] Autopoiese
[es] Cognición
[es] Cooperación
[es] Meta cognición
[es] Socio cognición en ambientes virtuales de aprendizaje
Resumo Esta tese investiga a construção e o uso de um ambiente virtual de aprendizagem para um curso de graduação. Seu o objetivo é compreender como se constituem as trocas interindividuais (autopoiese e processos sociocognitivos) nesse ambiente. A opção teórica para estudar esses processos é a Epistemologia Genética de Jean Piaget e a Biologia do Conhecimento de Humberto Maturana. Esta investigação possui um caráter exploratório, em que o delineamento metodológico é dado pelo estudo de caso. O primeiro estudo analisa o processo auto-organizativo e sociocognitivo do grupo, utilizando um software de análise qualitativa. O segundo estudo faz um mapeamento do processo cognitivo, sociocognitivo e metacognitivo de três sujeitos que interagiram no ambiente. Os resultados apontam para a constituição de duas redes que expressam o movimento autopoiético e sociocognitivo do grupo, sendo a primeira, denominada “rede de trocas cooperativas e autopoiéticas” e, a segunda, “rede de identidade e vínculo”. As conclusões indicam que a estratégia de Tarefas Convergentes favoreceu as trocas comunicativas num movimento de descentração, reciprocidade e auto-organização. Além disso, a pesquisa sugere que um futuro desenvolvimento do ambiente pode acrescentar recursos que possibilitem estudos e avaliações de aspectos específicos, tanto do ambiente virtual, como de novos resultados da aprendizagem.
Abstract This thesis investigates the construction and use of a virtual learning environment for a university course. It aims to comprehend how the inter-individuals exchanges (auto-poiese and socio-cognitive processes) are constituted in that environment. The theoretical option to study those processes is the Genetic Epistemology by Jean Piaget and the Biology of the Knowledge by Humberto Maturana. This investigation has an exploratory aspect, in which the methodological outline is given by study case. The first study analyzes the self-organizative and the socio-cognitive process of the group using a software of qualitative analysis. The second study makes a mapping of the cognitive, socio-cognitive and metacognitive process of three subjects that interacted in the environment. The results point out the constitution of two nets that express the auto-poietic and socio-cognitive moviment of the group, being the first named “network of cooperative and auto-poietic exhanges” and the second, “network of identity and link”. The conclusions point out that the Strategy of Convergent Tasks favored the communicative exchanges in a movement of descentration, reciprocity and self-organization. Besides, the research suggests that a future development of environment may add resources that make studies and assessment of specific aspects possible, both of the virtual environment, and of the new results of the learning.
Resumen Esta tesis investiga la construcción y el uso de un ambiente virtual de aprendizaje para un curso de graduación. Su objetivo es comprender como se constituyen los intercambios entre individuos (auto poiesis y procesos socio cognitivos) en ese ambiente. La opción teórica para estudiar estos procesos es la Epistemología Genética de Jean Piaget y la Biología del Conocimiento de Humberto Maturana. Esta investigación posee un carácter exploratorio; en el que el delineamiento metodológico es dado por el estudio de caso. El primer estudio analiza el proceso auto organizador y socio cognitivo del grupo utilizando un software de análisis cualitativa. El segundo estudio hace un plano detallado del proceso cognitivo, socio cognitivo y meta cognitivo de tres sujetos que se interrelacionaron en el ambiente. Los resultados apuntan la constitución de dos redes que expresan el movimiento auto poético y socio cognitivo del grupo, siendo la primera denominada “red de intercambios cooperativos y auto poéticos” y la segunda, “red de identidad y vínculo”. Las conclusiones apuntan que la estrategia de Tareas Convergentes favorece los intercambios comunicativos en un movimiento de descentralización, reciprocidad y auto organización. Además la pesquisa sugere que un futuro desarrollo del ambiente puede agregar recursos que posibiliten estudios y evaluaciones de aspectos específicos, tanto del ambiente virtual, como de los nuevos resultados del aprendizaje.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/55378
Arquivos Descrição Formato
000472355.pdf (1.986Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.