Repositório Digital

A- A A+

Competências dos agentes comunitários de saúde no processo de desinstitucionalização da loucura

.

Competências dos agentes comunitários de saúde no processo de desinstitucionalização da loucura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Competências dos agentes comunitários de saúde no processo de desinstitucionalização da loucura
Autor Sales, André Luis Leite de Figueirêdo
Orientador Paulon, Simone Mainieri
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Agente comunitário de saúde
Políticas públicas
Reforma psiquiátrica
Saúde mental
[en] Community health worker
[en] Deinstitutionalization
[en] Humane approach to NHS management
[en] Primary care
[en] Psychiatric reform
[en] Public policy
[en] Skills
Resumo A pesquisa realizou uma investigação das competências atualizadas nas práticas operadas pelos agentes comunitários de saúde para analisar como estes profissionais podem contribuir para consolidação da reforma psiquiátrica brasileira. O estudo teve como público um grupo de agentes comunitários de saúde (ACS) que atuam em 19 equipes da estratégia de saúde da família no município de Porto Alegre/RS. As ações territorializadas, pautadas por diretrizes de promoção de saúde e humanização da atenção e gestão, impõem-se como necessárias aos avanços do Sistema Único de Saúde e da reforma psiquiátrica. Diante de tal cenário, o objetivo geral da pesquisa foi investigar quais competências as práticas dos ACS atualizam e que podem produzir efeitos de desinstitucionalização da loucura. O levantamento das estratégias de cuidado em saúde mental desenvolvidas pelos agentes, investigação das competências nelas atualizadas, e da presença de efeitos de desinstitucionalização da loucura que possam decorrer da expressão destas competências e a experimentação de uma metodologia pedagógica capaz de potencializá-las, foram objetivos específicos que o estudo também desdobrou. Os aportes teóricos da esquizoanálise e análise institucional compõem o aparato metodológico da investigação desenvolvida em uma perspectiva de pesquisaintervenção e de inspiração cartográfica. Concluímos que a competência dos agentes da qual podem advir as maiores contribuições para o processo de reforma psiquiátrica é a transformação do capital social que possuem vínculos à serem usados na construção de projetos terapêuticos. Diante disso a pesquisa se propôs, a problematizar as relações afetivas entre os agentes de saúde e a população por eles atendida – usando, para isso a filosofia da Baruch Spinoza. Esta análise indicou que no desdobramento do capital social que possuem em vínculos, é mais provável que os bons encontros, e toda a dimensão de alegria que eles envolvem, frutifiquem em vínculos promotores de desinstitucionalização da loucura. Diante disso, argumenta-se a favor da criação de espaços de partilha e troca de experiência, a fim de que a dimensão da afetividade presente no trabalho desses importantes atores do SUS possa ser debatida e de modo a potencializar o exercício da função agente comunitário de saúde.
Abstract The research is about an investigation of current skills in the practices operated by community health workers to consider how this workers can contribute to the consolidation of Brazilian psychiatric reform.The study was came up with a group of community health agents (CHA) connected in 19 teams of family1s health strategy in the city of Porto Alegre / RS. Territorialized actions, guided by policies to promote health and humanization of care and management, are riquired to advance the Braziliam’s Health System (SUS) and the psychiatric reform. Seeing this scenario, the objective of this research was to investigate the practices of this works looking for the of skills updated by this practices that are able to promove effects of de-institutionalization of madness. The survey of care strategies developed for comunity healt agentes and the research about skills updated them – analying the presence of effects of de-institutionalization of madness that may result from the expression of these skills; the experimentation with a pedagogical method able to empower the comunity healt agents , were specific objectives study also develop. The theoretical framework of institutional-analysis and schizo-analysis is used to bild the methodological apparatus of this research. It was developed in a research-intervention way and inspirated in cartography.We conclude that the competence of agents which may produce the major contributions to the process of psychiatric reform is the transformation of social capital in bounds able to be used in the construction of therapeutic projects. So we were riquered to think about the relationships between health workers and the population they served to – using to it, the philosophy of Baruch Spinoza. This analysis indicated that the unfolding of the capital they hold in bonds, it is likely that good meetings, and the whole dimension of joy that they involve prosecutors bonds bear fruit in the deinstitutionalization of madness. Therefore, it is argued in favor of the creation of spaces for sharing and exchange of experience, so the dimension of affect present in the work of these important actors in the SUS may be discussed -in order to enhance the exercise of the of community health agents.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/55419
Arquivos Descrição Formato
000857598.pdf (2.453Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.