Repositório Digital

A- A A+

Prevalência de fatores associados à virulência em amostras de Escherichia coli patogênica aviária (APEC) isoladas de lesões de celulite aviária

.

Prevalência de fatores associados à virulência em amostras de Escherichia coli patogênica aviária (APEC) isoladas de lesões de celulite aviária

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevalência de fatores associados à virulência em amostras de Escherichia coli patogênica aviária (APEC) isoladas de lesões de celulite aviária
Autor Tejkowski, Thiago Moreira
Orientador Cardoso, Susana
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Especialização em Produção, Tecnologia e Higiene de Alimentos de Origem Animal.
Assunto Carcaça de frangos
Colibacilose
Escherichia coli : Aves de corte
Virulência
[en] APEC
[en] Avian cellulitis
[en] Broilers
[en] Virulence factors
Resumo A Escherichia coli Patogênica Aviária (APEC) é a causa de doenças extra-intestinais em aves, que manifestam-se de forma localizada ou infecções sistêmicas, assim denominada colibacilose. Uma das manifestações associadas a colibacilose é a celulite aviária, a qual provoca um grande número de condenações em matadouros-frigoríficos em decorrência de lesões nas carcaças de frangos de cortes. O objetivo deste trabalho foi verificar a prevalência de fatores associados a virulência em 209 amostras APEC isoladas de carcaças de frangos com lesões de celulite aviária. Utilizou-se a técnica de multiplex-PCR, onde foram análisados a presença e/ou ausência de 38 genes associados à virulência, os quais são responsáveis pela capacidade de adesão, invasão, resistência sérica, toxinas, uma protease serina autotransportadora e uma Ilha de patogenicidade associada ao marcador CFTO 73. Todos os isolados deste estudo apresentaram pelo menos um fator de virulência relacionado à adesão, pelo menos um fator relacionado ao sistema de aquisição de ferro e pelo menos um fator relacionado com a resistência sérica, além de apresentar uma média de 17,8 fatores de virulência por isolado. Os fatores com maior prevalência foram genes responsáveis pela adesão, como fimC (97,12%), fimH (96,17%), crl (91,86), genes responsáveis pela resistência sérica, como ompA (96,65%), traT (90,9%), genes responsáveis por aquisição de ferro, como iutA (94,73%) e iucD (83,73%), e genes responsáveis pela invasão, como cvaC (80,86%). Esses resultados fornecem um panorama geral sobre as diversas características dos mecanismos de patogenicidade de cepas APEC que causam lesões de celulite aviária.
Abstract The Avian Pathogenic Escherichia coli (APEC) is the cause of extraintestinal diseases in poultry, which manifest themselves in a localized or systemic infections, so called colibacillosis. One of the manifestations associated with avian colibacillosis is the cellulite, which causes a large number of convictions in refrigerated slaughterhouses due to injuries in broilers carcass. The objective of this study was to assess the prevalence of factors associated with virulence of APEC strains isolated from 209 chicken carcasses with lesions of avian cellulitis. We used the technique of multiplex PCR, which analyzed the presence and/or absence of 38 genes associated with virulence, which are responsible for the adhesion, invasion, serum resistance/protectins, toxins, a serin protease autotransporter and a pathogenicity-associated island marker CFT073. All isolates in this study had at least one virulence factor related to adhesion, at least one related to the acquisition system iron and a at least factor related to serum resistance, and presents an average of 17.8 virulence factors per isolate. The factors most prevalent, were the genes responsible for adhesion, as fimC (97,12%), fimH (96,17%), crl (91,86), genes responsible for serum resistance, as ompA (96,65%), traT (90,9%), genes responsible for iron acquisition, as iutA (94,73%) and iucD (83,73%) and genes responsible for invasion, as cvaC (80,86%). These results provide an overview of the various characteristics of the pathogenic mechanisms of APEC strains that cause avian cellulitis lesions.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/55463
Arquivos Descrição Formato
000858389.pdf (269.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.