Repositório Digital

A- A A+

Alteração hidrotermal e mineralização de cobre na Mina do Seival, Bacia do Camaquã, RS

.

Alteração hidrotermal e mineralização de cobre na Mina do Seival, Bacia do Camaquã, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alteração hidrotermal e mineralização de cobre na Mina do Seival, Bacia do Camaquã, RS
Autor Lopes, Rodrigo Winck
Orientador Gomes, Marcia Elisa Boscato
Mexias, Andre Sampaio
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Alteração hidrotermal
Camaquã, Bacia sedimentar do (RS)
Geoquímica
[en] Camaquã basin
[en] Copper
[en] Geochemistry
[en] Seival mine
Resumo Rochas vulcânicas de composição basáltica e andesítica, que ocorrem como brechas, na região de Lavras do Sul, apresentam processos de alteração hidrotermal e mineralização de Cu, especialmente na região da Mina do Seival. Essas rochas estão vinculadas ao alogrupo Bom Jardim, pertencendo à Formação Hilário da Bacia do Camaquã. Processos tardi a pós magmáticos sobre estas rochas originaram produtos de alteração pervasiva, principalmente filossilicatos de ferro e magnésio, do grupo das cloritas, e venular, com veios preenchidos por barita e minério de cobre. O objetivo desse trabalho é a caracterização das rochas, assim como de seus processos de alteração hidrotermal, procurando compreender os processos de mineralização da região, e a possível contribuição do magmatismo na origem do minério. Evidencias de campo mostram que o minério ocorre encaixado em falhas NE. Dados de petrografia evidenciam a sobreposição de diversos eventos de hidrotermalismo. A correlação destas evidências com resultados de análise química indicam que os diques de andesito que cortam a sequência de brechas são portadores de sulfeto primário. Eventos de hidrotermalismo posteriores devem ter remobilizado os sulfetos que foram concentrados em falhas de direção NE. A idetificação da paragênese de alteração foi auxiliada pelas técnicas de microscopia eletrônica de varredura e difração de raios X, permitindo assim a separação de fases argílica intermediária e propilítica.
Abstract Volcanic rocks of andesitic and basaltic composition, which occur associated breccia in the Lavras do Sul region, present processes of hydrothermal alteration and copper mineralization, especially in the region of Mina do Seival. These rocks belong to Hilário Formation of Bom Jardim alogroup, from Camaquã Basin. Late to post magmatic processes originated pervasive alteration products, mainly iron and magnesium phyllosilicates, of the chlorite group. Venular alteration produced veins filled by barite and copper ore. The aim of this work is the characterization of rocks, as well as the hydrothermal alteration processes, seeking to understand the mineralization processes in the region, and the possible contribution of the magmatism on the origin of the ores. Field evidences show the ore emplaced in NE faults. Petrography data shows the superimposition of several hydrothermal events. The correlation of this evidences with whole rock chemical analisys shows that the andesite dykes that cut the whole breccia sequence have primary sulfide. Late hydrothermal events may have mobilized the sulfides and concentrate them on NE faults. The identification of the alteration paragenesis was supported by scanning electron microscope and X ray diffraction, allowing the separation of medium argilic and propilytic fases.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/55610
Arquivos Descrição Formato
000850870.pdf (4.226Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.