Repositório Digital

A- A A+

Critérios de prospecção de bentonita associada à Formação Rio do Rasto na Região Sudoeste do Rio Grande do Sul

.

Critérios de prospecção de bentonita associada à Formação Rio do Rasto na Região Sudoeste do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Critérios de prospecção de bentonita associada à Formação Rio do Rasto na Região Sudoeste do Rio Grande do Sul
Autor Teixeira, Gabriel Kolbe
Orientador Dani, Norberto
Formoso, Milton Luiz Laquintinie
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Formação Rio do Rasto
Prospecção mineral
[en] Bentonite
[en] Infrared spectroscopy
[en] Mineral prospecting
[en] Rio do Rasto formation
[en] X-ray diffraction
Resumo A Formação Yaguari, no Uruguai, e sua equivalente, a Formação Rio do Rasto, no Rio Grande do Sul, apresentam ocorrências de bentonitas, que são rochas com elevada potencialidade de aproveitamento econômico. Essas rochas são constituídas predominantemente por argilominerais do grupo das esmectitas, cuja gênese é condicionada pela alteração de cinzas vulcânicas. O projeto tem como objetivo estabelecer critérios para a seleção de áreas com potencial para prospecção da bentonita, tendo como principal base de estudos os fatores de natureza geotectônica, estratigráficos, paleoambientais e estruturais das regiões a sudoeste do Brasil. As metodologias aplicadas para a realização destes estudos – baseadas na amostragem a partir de afloramentos e de furos de sondagens com posterior descrição e estudos mineralógicos e químicos através de técnicas de difratometria de raios X, espectroscopia de infravermelho (FTIR) e análise química – permitiram caracterizar a bentonita no contexto mineralógico e geoquímico. Integrando os dados obtidos durante a expedição de campo com os resultados obtidos por meio das técnicas de análise química, difratometria e espectroscopia de infravermelho, estabelece-se que a esmectita que constitui a bentonita da Formação Rio do Rasto é uma Al-montmorilonita com baixíssimo conteúdo em Fe2O3 e com Ca dominante na posição interfoliar. Por meio de técnicas de sensoriamento remoto, a área de estudo foi dividida em seis grandes unidades morfoestruturais, indicando suas principais características e relacionando os tipos de solos presentes em cada uma dessas unidades com os afloramentos visitados durante a expedição de campo, além da realização de um levantamento dos lineamentos observados na região, indicando os melhores pontos para a prospecção da bentonita.
Abstract The Yaguarí Formation, in Uruguay, and its counterpart, the Rio do Rasto Formation in Rio Grande do Sul, have occurrences of bentonites, that are rocks with high potential for economic use. These rocks are composed predominantly of clay minerals of the smectite group, whose genesis is conditioned by the alteration of volcanic ash. The project aims to establish criteria for the selection of areas with potential for mining of bentonite, the main basis of studies of geotectonic, stratigraphic, paleoenvironmental and structural nature factors of regions of southwestern Brazil. The methodologies for these studies - based on sampling from outcrops and drilling holes with subsequent description and mineralogical and chemical studies by techniques of X-ray diffraction, infrared spectroscopy (FTIR) and chemical analysis - used to characterize bentonite in the mineralogical and geochemical context. Combining the data obtained during a field expedition to the results obtained by the techniques of chemical analysis, diffraction and infrared spectroscopy establishes that the smectite of the bentonite from Rio do Rasto formation is an Al-montmorillonite rich in SiO2 with low Fe2O3 content and Ca dominant in the interleaved position. Through remote sensing techniques, the study area was divided into six major morphotectonic units, indicating its main characteristics and listing the types of soils present in each of these units, relating it with the outcrops visited during the field expedition, in addition to conducting a survey of the lineaments observed in the region, showing the best spots for mining of bentonite.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/55752
Arquivos Descrição Formato
000858730.pdf (8.175Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.