Repositório Digital

A- A A+

Quando a "ajuda é animalitária" : um estudo antropológico sobre sensibilidades e moralidades envolvidas no cuidado e proteção de animais abandonados a partir de Porto Alegre-RS

.

Quando a "ajuda é animalitária" : um estudo antropológico sobre sensibilidades e moralidades envolvidas no cuidado e proteção de animais abandonados a partir de Porto Alegre-RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Quando a "ajuda é animalitária" : um estudo antropológico sobre sensibilidades e moralidades envolvidas no cuidado e proteção de animais abandonados a partir de Porto Alegre-RS
Autor Matos, Liziane Gonçalves de
Orientador Damo, Arlei Sander
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto Abandono
Adoção
Animais
Antropologia social
Direito dos animais
Porto Alegre (RS)
[en] Abandonment
[en] Adoption
[en] Animals
[en] Anthropology
[en] Moralities
[en] Sensibilities
Resumo Esta pesquisa é um estudo etnográfico que trata do relacionamento entre humanos e animais tendo como foco analítico as mudanças de atitudes em relação aos animais, de uma forma geral, e dos abandonados, de uma forma particular. A partir do contexto de Porto Alegre/RS, esta investigação busca, especificamente, acessar os distintos códigos morais e as diferentes sensibilidades envolvidas na relação humanos-animais, bem como as transformações acerca da responsabilidade humana sobre os animais e no tratamento dispensado a eles. A atuação de ONGs no acolhimento de animais abandonados e na organização de feiras de adoção, revela novas modalidades de militância. A “ajuda animalitária”, designação escolhida para definir este tipo de envolvimento com a “causa animal”, tem gerado embates discursivos em torno do estatuto dos animais – seguidamente contra a mercadorização e o uso utilitário -, com desdobramentos até mesmo na forma como o Estado tem lidado com tais questões.
Abstract This is an ethnographic study of the relationship between humans and animals in the Brazilian city of Porto Alegre. In this study, general changes in attitude towards animals as well as more specific concerns regarding animal abandonment were analyzed. This investigation sought to identify the distinct moral codes and sensibilities involved in human-animal relations; moreover, transformations in expectations relative to human responsibility towards animals and their treatment were likewise observed. It was also noted that new modalities of militancy revealed themselves in the activities of local NGOs which shelter abandoned animals and organize pet adoption fairs. Ajuda animalitária, or “animal rescue” is the preferred designation for this type of commitment to the „animal cause‟, a term which has generated discursive confrontation in debates touching on the statute of animals. In turn, the effects of this militancy - which is frequently against animal merchandizing and the utilitarian use of animals – unfold in society to such an extent that they even influence how the State has come to deal with these issues.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56016
Arquivos Descrição Formato
000857303.pdf (2.971Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.