Repositório Digital

A- A A+

"Como fruta dentro da casca" : Dom Casmurro em Memórias póstumas de Brás Cubas

.

"Como fruta dentro da casca" : Dom Casmurro em Memórias póstumas de Brás Cubas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Como fruta dentro da casca" : Dom Casmurro em Memórias póstumas de Brás Cubas
Autor Lima, Christini Roman de
Orientador Zilberman, Regina
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Assis, Machado de 1839-1908. Dom Casmurro
Assis, Machado de 1839-1908. Memórias póstumas de Brás Cubas
Estudos literários
Literatura brasileira
Personagem feminina
[en] Female characters
[en] Punishment
Resumo A obra de Machado de Assis é alvo de interesse de muitos pesquisadores ao longo dos anos e, por isso, torna-se muito difícil encontrar um prisma que ainda não tenha sido investigado exaustivamente – e isso pode ser constatado por meio do levantamento da fortuna crítica, anexado ao final da dissertação. No entanto, novos olhares podem surgir de aspectos já examinados, contribuindo para a leitura do complexo machadiano – como o tema do adultério. Este tema é abordado explicitamente em Memórias póstumas de Brás Cubas, ensaiado em Quincas Borba e suposto em Dom Casmurro. Dentro deste contexto, procura-se analisar a questão sobre as punições sofridas pelas personagens femininas nos dois textos narrados em primeira pessoa, Memórias póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro. Contudo, a pesquisa não se restringe às violações das normas do casamento; abrange, da mesma maneira, as frustrações geradas nos narradores, por estas personagens, no contexto dos relacionamentos amorosos, que independem da instituição do matrimônio. O exame de Virgília, Marcela, Eugênia, Eulália (Nhá-loló) e Capitu tem o intuito de responder a questão: por que Virgília não é punida por suas transgressões, diferentemente de Capitu e das demais figuras do trapézio amoroso do defunto autor? O problema pauta-se também na hipótese de que Memórias póstumas de Brás Cubas antecipa Dom Casmurro em alguns aspectos. Como resultado, constatou-se que tais mulheres apenas não são punidas quando se encontram em posições sociais privilegiadas e tomam decisões no sentido de não evidenciar a transgressão, como faz Virgília.
Abstract The work of Machado de Assis is target of interest of many researchers over the years and it becomes very difficult to find a prism that has not yet been investigated thoroughly – and this can be verified through critical fortune has been attached to the end of the dissertation. However, new looks can arise from aspects already examined, contributing to the reading of the “machadiano” complex – as the theme of adultery. This theme is addressed explicitly in Memórias póstumas de Brás Cubas, tested in Quincas Borba and supposed in Dom Casmurro. Within this context, seeks to examine the issue about punishments suffered by female characters in two texts narrated in first person, Memórias póstumas de Brás Cubas and Dom Casmurro. However, the search is not restricted to the breaches of rules of marriage; embraces, similarly, the frustration generated by these characters to the narrators, in the context of loving relationship, which are independent of the institution of marriage. The examination of Virgília, Marcela, Eugênia, Eulália (Nhá-loló) and Capitu is intended to answer the question: Why is not Virgília punished for his transgressions, unlike Capitu and other characters from the dead author's loving trapeze? The problem is guided in the hypothesis that the Memórias póstumas de Brás Cubas anticipates Dom Casmurro in some aspects. As a result, it was found that these women are not punished only when they are in privileged social positions and takes the right decisions not to emphasise the transgression, as does Virgília.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56039
Arquivos Descrição Formato
000858457.pdf (2.050Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.