Repositório Digital

A- A A+

Entre o homem de bem e o bem comum : um estudo sobre o substrato motivacional para as lutas por reconhecimento em associados de empreendimentos econômicos solidários

.

Entre o homem de bem e o bem comum : um estudo sobre o substrato motivacional para as lutas por reconhecimento em associados de empreendimentos econômicos solidários

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Entre o homem de bem e o bem comum : um estudo sobre o substrato motivacional para as lutas por reconhecimento em associados de empreendimentos econômicos solidários
Autor Corrêa, Andressa da Silva
Orientador Rosenfield, Cinara Lerrer
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Economia solidária
Reconhecimento
Sociologia do trabalho
[en] Equality
[en] Solidarity economic ventures
[en] Struggles for recognition
Resumo O presente trabalho versa sobre os processos que possibilitam o engajamento dos sujeitos em lutas por reconhecimento. Tal problematização foi construída a partir de evidências empíricas que indicavam que, após o ingresso em empreendimentos econômicos solidários, alguns trabalhadores passavam a entender-se como importantes para o todo social, lutando por reconhecimento. Assim, o objetivo da pesquisa foi descobrir como ocorriam os câmbios morais, relativos ao próprio valor, que proporcionavam a inserção política. Para desenvolver teoricamente o proposto, utilizou-se as elaborações sobre reconhecimento de Axel Honneth, as quais advogam que o substrato para o ensejo da luta social são constrangimentos estabelecidos na experiência cotidiana – a partir de situações de vergonha social, entendidas como violação, exclusão e depredação. Entretanto, durante o decorrer da pesquisa, nem sempre o empenho de lutas por reconhecimento se estabeleceu a partir das experiências de vergonha social, condição que exigiu a complementação do referencial teórico anteriormente referido. Destarte, baseando-se em autores como Santos, Cardoso de Oliveira e Souza, entendeu-se que o modelo honnethiano é construído a partir de um padrão normativo cívico, o qual tem como fundamento uma igualdade entre todos os sujeitos, que não se estabelece no Brasil. Assim, neste país, as humilhações sociais teriam a possibilidade de serem naturalizadas, tendo dificuldades para se tornar substrato para a luta por reconhecimento, já que privilégios são admitidos. Partindo destas elaborações, os resultados da pesquisa confirmaram que uma igualdade mínima não estava estabelecida e que esta condição desigual proporcionava a formação de bloqueios internos para a luta, pois muitos dos sujeitos entrevistados se observavam com menor valor, enquanto pessoa, aceitando as humilhações sofridas. Neste contexto, os empreendimentos econômicos solidários constituíram-se como um meio social disponível para promover aprendizados morais referentes à lógica cívica, a partir da qual os atores construíam a condição igualitária e passavam a empenhar críticas a modelos hierárquicos e, em alguns casos, a lutar por reconhecimento. As variáveis centrais, propiciadas pelas vivências no coletivo de trabalho, que possibilitaram que este processo fosse efetivado, foram: o estabelecimento de uma solidariedade entre os participantes do grupo de trabalho (manifestada em um reconhecimento antecipado das habilidades individuais), a partir da qual os atores se consideraram importantes e se engajaram no projeto coletivo e; o contato dos associados com a esfera pública que possibilitou um aprendizado moral relativo aos processos deliberativos democráticos e forneceu um horizonte valorativo alternativo de estima (democrático, solidário, sustentável).
Abstract This study deals with the processes that enable the engagement of actors in struggles for recognition. This strategy was built from empirical evidence indicating that, after joining in solidarity economic enterprises, some workers went on to be construed as important for the social whole, struggling for recognition. The objective of this research was to find out the exchange occurred as moral, for the value itself, which provided the inclusion policy. To develop the proposed was used the Axel Honneth’s recognition theory, which means that the substrate for the opportunity of the social struggle are difficulties in everyday life - from situations of social shame, manifested in cases of violation, exclusion and degradation. However, during the course of research, not always the commitment to struggle for recognition is established from the experiences of social shame, condition that required the adaptation of the theory. Thus, based on authors such as Santos, Souza and Cardoso de Oliveira, it was understood that the model honnethiano is constructed from civic model, which is based on a equality among all subjects that not is established in Brazil. Therefore, in this country, social humiliation would be able to be naturalized and the substrate of struggle for recognition has had difficulty to produce, because privileges are allowed. Based on these elaborations, the research results confirmed that an equal minimum was not established and that this uneven condition provided the formation of internal difficulties to the fight, since the subjects note themselves with lower value, as a person, accepting humiliation. In this context, the solidarity economic ventures (ESS) become a social environment to promote learning regarding the moral logic civic, from which the actors built equal condition and passed to engage the critical hierarchical models, and in some cases, to fight for recognition . The central variables, offered by the collective experiences of work, that enabled this process to be effected, were: the establishment of a solidarity among the participants of working group (manifested in an early recognition of individual skills), from which the actors were considered important and joined in the collective project; the contact associated with public spaces that allowed a moral learning on the democratic deliberative processes and provided an alternative evaluative horizon estimates (democratic, humane, sustainable).
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56073
Arquivos Descrição Formato
000856911.pdf (912.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.