Repositório Digital

A- A A+

Elaboração e avaliação sensorial de massa de pizza com adição de fibra de soja

.

Elaboração e avaliação sensorial de massa de pizza com adição de fibra de soja

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Elaboração e avaliação sensorial de massa de pizza com adição de fibra de soja
Autor Vinhas, Ana d'Eca Morgenstern
Orientador Flôres, Simone Hickmann
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências e Tecnologia de Alimentos. Curso de Engenharia de Alimentos.
Assunto Alimento funcional
Fibra de soja
Pizza
Resumo No Brasil, o mercado de alimentos funcionais e a procura dos consumidores por estes alimentos vêm aumentando ano a ano. Por este motivo, a indústria de alimentos é motivada a desenvolver produtos saudáveis e nutritivos que satisfaça esses consumidores. A pizza é um dos alimentos mais consumidos no Brasil pela sua praticidade e variedade de sabores. A fibra de soja é um produto natural, com alto teor de fibra dietética, constituinte da membrana celular dos cotilédones da soja. Por suas características, sabor neutro, cor branca, pó fino, alta capacidade de retenção de água, a fibra de soja pode ser incorporada nos mais diversos produtos para melhorar o valor nutricional, tornando-os fonte de fibras, ou ainda para melhora-lo tecnologicamente. Uma formulação de massa de pizza (F1) foi desenvolvida utilizando 8,82% de fibra de soja, a partir de uma formulação padrão (FP), sem adição de fibra, tornando o produto, como estabelecido pela portaria n° 27, da Secretaria Nacional de Vigilância Sanitária (BRASIL, 1998a), um alimento com elevado teor de fibras. As duas formulações foram analisadas sensorialmente (Teste de aceitação) para os atributos: aparência, cor, sabor, crocância e aceitação global. Os resultados obtidos mostraram que não houve diferença significativa entre as amostras FP e F1 a nível de significância de 5%, para todos os atributos, exceto para crocância. As formulações FP e F1 obtiveram, respectivamente, índices de aceitação de 86,92% e 84,86% para o atributo aparência, 87,9% e 87,2% para o atributo cor, 86,27% e 83,98% para o atributo sabor, 80,71% e 73,52% para o atributo crocância e 84,98% e 81,38% para o atributo aceitação global. Quanto ao perfil nutricional houve um acréscimo significativo de fibra alimentar à F1 e redução de gordura, carboidratos, proteínas e sódio, quando comparada com a FP. Por apresentar redução de mais de 25% do valor calórico a F1 também pode ser considerada um alimento light.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/56087
Arquivos Descrição Formato
000857671.pdf (1.070Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.