Repositório Digital

A- A A+

Chapecó (SC), para além de polo regional, uma cidade média no oeste catarinense

.

Chapecó (SC), para além de polo regional, uma cidade média no oeste catarinense

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Chapecó (SC), para além de polo regional, uma cidade média no oeste catarinense
Autor Gretzler, Cristiane
Orientador Sobarzo Miño, Oscar Alfredo
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Chapecó (SC)
Espaço urbano
Geografia urbana
[en] Medium sized city
[en] New functions
[en] Regional center
[en] Urban network
[en] Urban space
Resumo Uma das primeiras cidades criadas no impulso colonizador do Oeste Catarinense, Chapecó, durante vários anos foi à sede administrativa de vasto território, situação que conferiu à cidade uma centralidade que se manifesta ainda hoje. O processo de urbanização brasileira provocou mudanças na estrutura das diferentes cidades, independente de seu porte, suscitando novas análises e interpretações. As metrópoles assumiram novos papéis em escala mundial e, muitas cidades polo regionais, acabam criando e recriando novas dinâmicas no espaço intra e interurbano, com isso, novas funções e diferentes atividades vão sendo desenvolvidas por estas cidades. Chapecó constitui-se como polo regional porque conduz ao seu redor atividades decorrentes de especificidades, atraindo novos investimentos e, gerando interesses ao capital. É considerada capital regional e cidade média, pois possui relações diretas com grandes metrópoles nacionais como também, com cidades subordinadas a ela. A definição de cidade média está atrelada principalmente ao processo de produção do espaço urbano e sua importância na intermediação entre as pequenas cidades e os grandes centros urbanos. O objetivo desta pesquisa é investigar as funções e os fatores que contribuíram para o crescimento de Chapecó e que a elevaram ao nível de cidade média. As metodologias utilizadas podem ser caracterizadas por uma abordagem qualitativa e quantitativa, adotando métodos distintos para o levantamento dos dados e a apresentação dos mesmos. Chapecó assume assim, uma dinâmica importante para o contexto regional e nacional, que significa uma forte integração entre as redes que conectam essas diferentes escalas. Essa integração entre as redes pode ser percebida, principalmente, nas relações que se estabelece, gerando circuitos produtivos que conectam os espaços rurais e, os espaços urbanos, envolvendo as pequenas e médias cidades com as metrópoles.
Abstract Chapecó was one of the first cities created in the colonizing impulse to the west of State of Santa Catarina. For several years was the headquarters of a vast territory, for this reason the city received a central role which still exists today. The Brazilian urbanization process has caused structural changes in different cities, regardless its size, prompting further analysis and interpretations. The cities took on new roles on a global scale, and many regional hub cities, started to create and recreate new dynamics in the intra and interurban areas. In this sense, new functions and different activities are being developed for these cities. Nowadays Chapecó emerges as a regional center that drives specific activities, attracting new investments and interests. It is considered a regional capital and a medium sized city because it has direct relationships with major national cities and also with other towns subordinated to Chapecó. The definition of medium sized city is mainly linked to the production process of urban space and importance in intermediating relations between the small towns and big cities. The objective of this research is to investigate the functions and factors that contributed to the growth of Chapecó and that made it possible to reach the level of a medium sized city. Methodologies utilized can be characterized by a qualitative and quantitative approach by adopting different methods for data collection and presentation. Chapecó assumes an important dynamic in regional and national context, which means a tight integration between the networks that connect different scales. That integration between networks can be seen mainly in relationships that are established, creating productive circuits that connect rural areas and urban spaces, involving small and medium-sized cities with the metropolis.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56277
Arquivos Descrição Formato
000860537.pdf (5.714Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.