Repositório Digital

A- A A+

Variações nas geleiras da porção norte da Cordilheira Real durante o período de 1984 a 2010 através do Sensoriamento Remoto

.

Variações nas geleiras da porção norte da Cordilheira Real durante o período de 1984 a 2010 através do Sensoriamento Remoto

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Variações nas geleiras da porção norte da Cordilheira Real durante o período de 1984 a 2010 através do Sensoriamento Remoto
Autor Bicca, Cleidir Eidelwein
Orientador Arigony Neto, Jorge
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro Estadual de Pesquisas em Sensoriamento Remoto e Meteorologia. Programa de Pós-Graduação em Sensoriamento Remoto.
Assunto Geleiras
Real, Cordilheira (Bolívia)
Sensoriamento remoto
Resumo O presente trabalho utilizou uma série de dez imagens Landsat TM, adquiridas no período entre 1984 e 2010, e o modelo digital de elevação ASTER GDEM para catalogar as geleiras da porção Norte da Cordilheira Real, Bolívia, e analisar a variação na área dessas geleiras. O Índice de Diferença Normalizada de Neve e Gelo (NDSI) foi utilizado como principal critério, em uma abordagem por critérios múltiplos, para classificação das imagens TM e geração da posição das frentes das geleiras e os divisores de drenagem glacial foram delimitados manualmente com o auxilio de curvas de nível geradas com o ASTER GDEM. De acordo com a análise, a cordilheira mostrou uma predominância de geleiras com área entre 0,01 e 0,5 km2, porém as geleiras entre 1 e 3 km2 de área possuem um maior percentual na representatividade da área total, 38,3 % (55,75 km2) em 2010. As análises nas variações em elevação das geleiras mostraram um aumento de altitude média e nas elevações mínimas de ocorrência das geleiras na Cordilheira Real. Para o ano de 2010, a geleira de menor elevação ocorre em 4655 metros de altitude. Os resultados referentes a análise de orientação mostraram que existe uma grande influência desse fator na elevação mínima, no número total de geleiras por setor da cordilheira e no tamanho das geleiras. O setor Sul apresentou um número maior de geleiras, com 61 geleiras em 2010, e uma maior porcentagem na área total da cordilheira 21,84 %. As geleiras orientadas para o setor Sudeste apresentaram, no geral, a mais baixa elevação de ocorrência, com 4.335 metros de altitude em 1984. O setor Norte apresentou o menor número de geleiras, com 11 geleiras em 2010, e a maior altitude para as mínimas elevações analisadas, 4989 metros em 2010. Os resultados obtidos apresentaram uma redução gradativa na área das geleiras durante o período do estudo. No total, 49,12 % da área das geleiras foi perdida entre o período de 1984 a 2010. Porém essa perda não ocorreu de forma linear ao longo do período do estudo, pois todos os intervalos de tempo entre as imagens sofreram perda de área total, com exceção do período entre 1994 e 1997. Quanto a orientação, as geleiras com fluxo para o setor Sul foram as que mais sofreram perda em área. O número de massas de gelo identificadas como geleiras também foi reduzido em 39,57 % nesse mesmo período para toda a cordilheira. Os resultados mostraram-se semelhantes aos de outros estudos realizados com geleiras tropicais Andinas, confirmando as tendências de retração das geleiras situadas nessas regiões.
Abstract This study used a time series of 10 Landsat TM images, acquired between 1984 and 2010, and the ASTER GDEM to catalog the glaciers in the Northern Cordillera Real, Bolivia, and analyze the variations in area of these glaciers. The Normalized Difference Snow Index (NDSI) was used as the main criterion, in a multiple criteria approach, for the classification of TM images and extraction of glacier frontal positions. Ice divides were manually digitized with the assistance of contour lines generated with the ASTER GDEM. This cordillera showed a predominance of glaciers with area between 0.01 km2 and 0.5 km2. However, glaciers with size between 1 and 3 km2 had a higher percentage of the total area, 38,3 % (55,75 km2) in 2010. The analyses of variations in elevation showed an increase of average altitude and in the minimum elevations of glaciers occurrence in the Cordillera Real. For the year 2010, the lowest glacier elevation occurred at 4655 meters of altitude. The results for the glaciers orientation showed a great influence of this factor on the minimum elevation of glacier occurrence, in the total number of glacier in each sector, and in the glacier size. The Southern sector had the largest amount of glaciers, with 61 glaciers in 2010, and the highest percentage of the total area of Cordillera Real, 21,84 %. Glaciers oriented to the SE sector had the lowest elevation of occurrence, 4335 meters of altitude in 1984. The Northern sector had the lowest number of glaciers, 11 glaciers in 2010, and the highest altitude for glacier occurrence , 4989 meters of altitude in 2010. The results showed a gradual reduction in the area of ice during the study period. In total, 49,12 % of the glacier area was lost between the period 1984-2010. But the glacier retreat was not linear over the study period. Ice loss was detected for almost all time intervals between image acquisitions, except for the period between 1994 and 1997. Glaciers oriented to the South were the most affected by changes in area. The number of ice bodies identified as glaciers was also reduced by 39,57 % during the same period for the entire range. The results were similar to other studies of tropical Andean glaciers, confirming the trends of glacier retreat located in these regions.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56328
Arquivos Descrição Formato
000860819.pdf (5.860Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.