Repositório Digital

A- A A+

Ações educativas em situação de abrigagem e desenvolvimento moral : a perspectiva dos cuidadores em núcleo de abrigos residenciais

.

Ações educativas em situação de abrigagem e desenvolvimento moral : a perspectiva dos cuidadores em núcleo de abrigos residenciais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ações educativas em situação de abrigagem e desenvolvimento moral : a perspectiva dos cuidadores em núcleo de abrigos residenciais
Autor Suardi, Cristiane Delagnesi Zingano
Orientador Becker, Maria Luiza Rheingantz
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Desenvolvimento moral
Respeito
[en] Interindividual relationsh
[en] Moral development
[en] Respect
[en] Shelter
Resumo O presente trabalho investiga e reflete sobre o que pensam os cuidadores a respeito do desenvolvimento moral dos acolhidos. O referencial teórico utilizado foi a Epistemologia Genética, em especial o Desenvolvimento Moral na obra de Jean Piaget. A pesquisa tem como objetivo compreender como se caracteriza o ponto de vista dos cuidadores sobre a contribuição de suas ações cotidianas para o desenvolvimento moral de seus acolhidos. A pesquisa se desenvolveu em um Núcleo de Abrigos Residenciais ligado a Fundação de Proteção Especial, tendo como sujeitos 12 cuidadores que atuam com as crianças e adolescentes acolhidos. A metodologia adotada foi qualitativa e de estudo de caso único (YIN, 2010). Foram realizadas observações para a construção do roteiro de entrevista e para a elaboração de três histórias, com questões sobre ações educativas no cenário dos Abrigos Residencias, usadas nessas entrevistas. A análise das respostas foi feita com base em três categorias construídas ao longo da analise: a) Formas de Relação, b) Criação de Normas e Regras, c) Valorização dos Sentimentos. Os resultados obtidos indicam que os cuidadores percebem-se como colaboradores do processo de socialização das crianças e adolescentes que vivem abrigados. Notam-se tentativas de propiciar e garantir a toda criança e adolescente o direito e o acesso ao cuidado e à educação (como ações práticas) ligadas aos afazeres cotidianos dos ARs e às possíveis demandas da vida futura. Os cuidaores não diferenciaram explicitamente a dimensão psicológica correspondente ao desenvolvimento cognitivo e moral das crianças e adolescentes. Quanto às normatizações nos ARs, segundo o ponto de vista dos entrevistados, são predominantemente decorrentes de relações coercitivas, baseadas no respeito unilateral e na heteronomia, apesar de em algumas situações haver indícios de relações cooperativas baseadas no respeito mútuo. O sentimento de respeito é compreendido pelos cuidadores entrevistados como um sentimento interindividual decorrente dos vínculos estabelecidos a partir da convivência e de afinidades, com predomínio do respeito unilateral. Há pouca argumentação que destaque o sentimento de respeito mútuo numa perspectiva de reciprocidade.
Abstract The present work investigates and reflects on what caregivers think regarding the moral development of children and teenagers who live in residential shelters. The genetic epistemology was used as theoretical referential, particularly Jean Piaget’s study of moral development. The research aims to understand how is the characterization of the caregivers standpoint about their contribution in the daily action can contribute to their moral development. The research was developed in the Núcleo de Abrigos Residenciais (Center of Residential Shelters) connected to Fundação de Proteção Especial (Foundation of Special Protection), and the subjects were 12 caregivers who work with sheltered children and teenagers. The methodology adopted was qualitative and involved single case study (YIN, 2010). Observations were made so that an interview script could be written, as well as three stories including questions about educational actions in the residential shelters, which were used in the interview. The replies were analyzed based on three categories: a) Forms of Relationships, b) Creation of Norms and Rules, c) Appreciation of Feelings. The results suggest that caregivers perceive themselves as contributors to the sheltered children and teenagers’ process of socialization. The attempts to provide and ensure to every child and teenager the right and access to care and education (in the practical sense of the concept) were connected to the everyday chores of the residential shelters and to possible demands of their future life. The caregivers did not explicitly differentiate the psychological dimension which corresponds to the children and teenagers’ moral and cognitive development. The establishment of norms in the residential shelters, according to the subjects interviewed, happen predominantly due to coercive relationships based on unilateral respect and heteronomy, although there are, in some situations, indications of cooperative relationships based on mutual respect. The feeling of respect is understood by the caregivers interviewed as an interindividual feeling which results from bonds established from social contact and affinities, with predominance of unilateral respect. Mutual respect in terms of reciprocity is rarely highlighted.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56396
Arquivos Descrição Formato
000860974.pdf (317.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.