Repositório Digital

A- A A+

Aprendendo a ser aprendente : novos modos de ser aluno na contemporaneidade

.

Aprendendo a ser aprendente : novos modos de ser aluno na contemporaneidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aprendendo a ser aprendente : novos modos de ser aluno na contemporaneidade
Autor Schnorr, Aline Silveira de Lima
Orientador Traversini, Clarice Salete
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Aluno
Currículo
Infância
Sujeito
Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs)
[en] Children
[en] Constitution of the individual student
[en] Curriculum
[en] Information technology and communication
[en] Learning for a lifetime
Resumo A pesquisa tem como objetivo analisar as principais mudanças que vêm ocorrendo nos modos de ser aluno na contemporaneidade, mostrando como estes se constituem aprendentes frente à chamada “Sociedade da Aprendizagem”. Para isso, utilizei como instrumentos de pesquisa entrevistas e questões narrativas, para uma classe de vinte alunos e um Diário de Campo nas turmas onde exercia a docência, em uma escola privada de Novo Hamburgo/RS. A partir das análises dos dados foi possível condensar as recorrências em três Eixos Temáticos e tecer as seguintes considerações. No primeiro Eixo – O Aprendente Escolar da Infância e as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) – observei que os alunos mantêm contato intenso com diversas TICs, conformando modos de subjetivação desses novos sujeitos, alunos caracterizados pelas ações multi-tarefas. O tema de casa se mostrou mais uma atividade sem conotação desafiadora e o ato de estudar em casa, nos moldes tradicionais, não faz parte de seus afazeres extra-escolares. No segundo Eixo – Os Saberes Escolares e o Currículo Cultural – percebi que os alunos, ao narrarem seus aprendizados e fazeres na escola, remetem-se prioritariamente aos conteúdos escolares, fazendo poucas relações com outros mundos onde circulam. Há um significativo espaço ocupado pelo Currículo Cultural, e, por conseguinte, na constituição do sujeito aprendente da infância. E, no terceiro Eixo – O Aprendente da Infância, O Currículo Cultural e as Tecnologias da Informação e Comunicação – mostrei a escola fora do foco principal para a busca do conhecimento, mas como lugar qualificado para o aluno aprender como ser aprendente por toda a vida. Por fim, a pesquisa possibilitou concluir que as crianças estão aprendendo a aprender por toda a vida. É como se houvesse um “antigo educando” e um “novo aprendente”: Antes, um sujeito educado para ser educável; agora, um sujeito educado para aprender, entretanto, ambos permanecem co-existindo atualmente.
Abstract The research aims to analyze the main changes occurring in the ways of being a student in the contemporary time, showing how these learners are facing the so-called "Learning Society”. For this, I used as research, tools narrative interviews and questions for a class of twenty students and a field journal where I worked as a teacher, in a private school of New Hamburgo / RS. From the data analysis it was possible to condense the three recurrences in the theme and make the following considerations. In the first axis – The childhood learner and the Information and Communication Technologies (ICTs) - noticed that students maintain constant contact with various ICTs, according to modes of subjectivity of these new individuals; students are characterized by multi-tasking actions. The homework was more a challenging activity without connotation and the act of studying at home, in the traditional way, was not part of their extra-school activities. In the second axis - The School Knowledge and the Cultural Curriculum - I realized that students, when describing their learning and actions in school, to refer primarily to educational content, making few relations with other worlds where they circulate. There is a significant space occupied by the cultural curriculum, and therefore the constitution of the childhood learner. And on the third axis - The childhood learner, The Curriculum and Cultural Information and Communication Technologies - showed the school was the main focus for the pursuit of knowledge, but as qualified to the place where the student learn how to be learners for life. Finally, the research allowed me to conclude that children are learning to learn throughout life. It is as if there was a "former student" and a "new learner". Before, a man trained to be teachable, now an individual taught to learn, however, both remain co-existing nowadays.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56398
Arquivos Descrição Formato
000860129.pdf (1.990Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.