Repositório Digital

A- A A+

Ao sul do sul o mar também é pampa : sensibilidades de verão na Villa Sequeira, Rio Grande/RS (1884-1892)

.

Ao sul do sul o mar também é pampa : sensibilidades de verão na Villa Sequeira, Rio Grande/RS (1884-1892)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ao sul do sul o mar também é pampa : sensibilidades de verão na Villa Sequeira, Rio Grande/RS (1884-1892)
Autor Ferreira, Felipe Nóbrega
Orientador Martini, Maria Luiza Filippozzi
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Balneários
Cassino, Praia (RS)
História do Rio Grande do Sul
Litoral Sul, Região (RS)
Praias
Rio Grande, Barra do (RS)
[en] Beach
[en] Coast
[en] Sensitivities
[en] Villa Sequeira / Rio Grande
Resumo No presente trabalho apresentamos uma estação balnear chamada Villa Sequeira, localizada na cidade de Rio Grande, Rio Grande do Sul. Projetada a partir do ano de 1884 pela empresa Companhia Carris Urbanos do Rio Grande, ela inaugurou sua primeira temporada de banhos em 1889-1890. Nos debruçamos sobre o tema dos banhos de mar entendendo que a região litorânea sofreu um processo de obliteração de suas práticas, notadamente as balneares, na composição das representações que circundam o Estado do Rio Grande do Sul. Sendo assim, nossa pesquisa elabora um duplo movimento: primeiro compreender esse processo que gerou (in)visibilidade ao litoral de banhos no Estado; segundo, recuperar a experiência sensível do verão em uma estação de banhos na extremidade meridional do território brasileiro. Nosso interesse se concentra nas formas de apropriação da praia ao cotidiano, bem como a relação que os sujeitos dos oitocentos estabelecem com a estação quente e a vivência balnear na cidade de Rio Grande. Desses dois pontos acessamos a invenção de uma praia, a elaboração de uma relação do sul-rio-grandense com o mar, inserido na projeção de uma modernidade em que contemplava maiôs e calções de banho. Nesse intento, o uso do arcabouço teórico oriundo do campo da História Cultural é essencial, pois nos valemos de conceitos chaves como: representação e sensibilidades. Deles, outros se desdobram, como imaginário, modernidade, região e paisagem, todos contribuindo para a construção de um amplo painel que visa encontrar outro horizonte, agora azul. As fontes que nos auxiliam obedecem aos documentos oriundos da empresa fundadora, concessão de exploração de linhas de tráfego, o Prospecto Balnear que delineia a forma do empreendimento de banhos e um Guia dos Banhistas entregue aos visitantes. E outra fonte primária fundamental trata-se dos periódicos que circulavam no período e apresentavam informes e crônicas diárias sobre a Villa Sequeira e seus frequentadores. Seguimos, no curso dessa documentação, em um tempo que já não é o nosso, encontramos o litoral, os banhos de mar e a invenção da praia no Rio Grande do Sul.
Abstract We present a seaside resort called Villa Sequeira, located in Rio Grande, Rio Grande do Sul. Designed from the year 1884 the company Carris Urban Rio Grande, opened its first swimming season in 1889-1890 . We concentrate on the theme of sea bathing understanding that the coastal region has undergone a process of obliteration of their practices, especially the bathing, the composition of the representations that surround the state of Rio Grande do Sul Thus, our research develops a double movement : first, understand the process that generated (in) visibility the coastline of baths in the state, and second, to recover the sensible experience of summer in a bathing station at the southern tip of Brazil. Our interest focuses on forms of ownership to the beach everyday, and the relationship that individuals establish with eight hundred of the hot season and living in the seaside city of Rio Grande. These two points, being on the invention of a beach, the development of a relationship between the South Rio Grande with the sea entered the projection of a modernity that included bathing suits and swimming trunks.For this, using the theoretical framework derived from the field of Cultural History is essential because we make use of key concepts such as representation and sensitivities. Others unfold them as imaginary, modernity, landscape and area, all contributing to the construction of a large panel that aims to find another horizon, blue.The sources that help us meet the documents from the company's founder, exploration concession lines of traffic, Spas Prospectus which outlines how the development of baths and a guide for visitors delivered to bathers. And another key primary source it is the journals that circulated in the period and had chronic daily reports and on the Villa Sequeira and their patrons. We followed the course of this documentation, in a time that is not what we find our coast, sea-bathing and the invention of the beach in Rio Grande do Sul
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56465
Arquivos Descrição Formato
000860034.pdf (11.10Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.