Repositório Digital

A- A A+

Influência da volumetria e das condições de entorno da edificação no manchamento e infiltração de água em fachadas por ação de chuva dirigida

.

Influência da volumetria e das condições de entorno da edificação no manchamento e infiltração de água em fachadas por ação de chuva dirigida

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência da volumetria e das condições de entorno da edificação no manchamento e infiltração de água em fachadas por ação de chuva dirigida
Outro título Volumetry and building surrounding conditions influence on staining and water infiltration in facades by the action of wind-driven rain
Autor Poyastro, Patricia Carone
Orientador Loredo-Souza, Acir Mércio
Masuero, Angela Borges
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil.
Assunto Água da chuva
Construção civil
Edifícios
Fachadas
Manifestação patológica
[en] Facade
[en] Infiltration
[en] Staining
[en] Wind-driven rain
Resumo Os problemas de manchamento e infiltração de água nas fachadas das edificações, por ação de chuva dirigida, são cada vez mais correntes nos grandes centros urbanos brasileiros. Estas manifestações patológicas ocasionam não só problemas do ponto de vista estético, mas também técnico. Um dos fatores que mais contribuíram para o aparecimento destes problemas foram as características construtivas adotadas pela arquitetura moderna, que deixou de utilizar muitos detalhes arquitetônicos que preveniam o escorrimento da chuva e dos poluentes atmosféricos pelas fachadas. Além disso, os novos materiais e sistemas construtivos introduzidos nas últimas décadas trouxeram também mais problemas de umidade e infiltração de água. O aprofundamento neste tema é importante e necessário, uma vez que faltam estudos práticos que testem e especifiquem melhores volumetrias e entornos visando minimizar estes fenômenos. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo avaliar a influência da volumetria e das condições de entorno da edificação no manchamento de superfícies e infiltração de água em fachadas por ação de chuva dirigida. Foram ensaiados em túnel de vento, três modelos reduzidos de edificações com diferentes volumetrias e com três alturas diferentes de edificações de entorno. Os modelos reduzidos foram ensaiados primeiramente somente com vento, onde se obteve os coeficientes de pressão do vento em diferentes pontos das fachadas. Após, foram ensaiados com a inserção de água no túnel de vento, simulando a ação da chuva dirigida nas edificações. Nesta segunda etapa, a análise foi visual, através de registros em papéis sensíveis à água colados nos modelos. Além disso, alguns ensaios complementares foram realizados com fins exploratórios. Com base nos resultados encontrados pode-se afirmar que a ação do vento e da chuva atuando simultaneamente é muito diferente da ação dos mesmos atuando isoladamente nas edificações. Com a realização dos ensaios se verificou que a forma da edificação praticamente não influenciou no padrão de molhamento quando a chuva dirigida incide a 90° na fachada e que os entornos influenciaram negativamente no molhamento das fachadas, com exceção do entorno com dobro da altura. Este trabalho pôde contribuir para um melhor entendimento da ação da chuva dirigida visando a redução de manifestações patológicas das edificações.
Abstract The problems of staining and water infiltration through building facades, by the action of winddriven rain, are becoming more common in the Brazilian cities. These pathologies cause esthetic and technical problems. The modern architecture contributed to the emergence of these problems because it stopped using many architectural details that used to prevent the rain and atmospheric pollutants runoff by the facades. Moreover, new materials and construction systems introduced in recent decades have also brought more problems with moisture and water infiltration. Studies of this subject are important and necessary, since they lack practical studies to test and specify the best volumetry and building surroundings, designed to minimize these phenomena. This work objective was evaluate the influence of volume and the building surrounding conditions on staining and water infiltration in facades by the action of wind-driven rain. Three reduced models of buildings with different volumetry and with three different heights of buildings surrounding were tested in wind tunnel. The reduced models were first tested only with the wind when were measured wind pressures coefficients at different points of the facades. After, they were tested with the inclusion of water in the wind tunnel, simulating the effects of wind-driven rain on buildings. In this second stage, the analysis was visual, through the winddriven rain recorded in water-sensitive papers fixed on the models facades. Moreover, some complementary tests were done for exploratory purposes. Based on the results, we can say that wind and rain acting simultaneously are very different from they acting alone in the buildings. It was found with the tests that the volumetry of the building did not appreciably affect the pattern of wetting when the rain hits it directed in 90° and t hat the buildings surrounding negatively influenced on the wetting fronts, except the buildings surrounding with double height. This work could contribute to a better understanding of the driving rain phenomenon intending to reduce building pathological manifestations.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/56570
Arquivos Descrição Formato
000859473.pdf (5.716Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.