Repositório Digital

A- A A+

Consórcio Intermunicipal do Vale do Rio Caí (CIS/CAÍ) : serviços prestados de média e alta complexidade em saúde

.

Consórcio Intermunicipal do Vale do Rio Caí (CIS/CAÍ) : serviços prestados de média e alta complexidade em saúde

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Consórcio Intermunicipal do Vale do Rio Caí (CIS/CAÍ) : serviços prestados de média e alta complexidade em saúde
Autor Kranz, Luís Fernando
Orientador Rosa, Roger dos Santos
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Especialização em Saúde Pública.
Assunto Consórcios de saúde
Descentralização
Desenvolvimento regional
Gestão em saúde
Regionalização
Sistema Único de Saúde
[en] Decentralization
[en] Health consortia
[en] Health management
[en] Regional development
[en] Regional health planning
[en] Unified health system
Resumo INTRODUÇÃO: Consórcios Intermunicipais apresentam-se como estratégia de oferta pública de serviços ao unir municípios e desenvolver ações de média e alta complexidade em saúde de forma eficiente. O Consórcio Intermunicipal do Vale do Caí (CIS/CAÍ) é composto por 23 municípios do Rio Grande do Sul e atua desde 2005. OBJETIVOS: Descrever a utilização média anual dos municípios componentes do CIS/CAÍ e quantificar o valor despendido pelo CIS/CAÍ segundo tipo de serviços; analisar a produção de serviços no período 2008-2011 e comparar a produção de serviços do CIS/CAÍ com a do SIA-SUS no mesmo período. MÉTODOS: Estudo transversal retrospectivo do tipo descritivo-exploratório com uma abordagem quantitativa. Os dados foram coletados a partir de sistemas de informação de domínio público – como IBGE, DATASUS, FEE, SIOPS, CNES e do utilizado pelo CIS/CAÍ – e apresentados como médias anuais por tipo de serviço (consultas, exames, procedimentos e sessões de reabilitação). RESULTADOS: Quatro municípios (Montenegro, Brochier, Maratá e Pareci Novo) dos 23 integrantes do consórcio respondem pelo consumo de 77,0% de todos os serviços analisados. Montenegro apresentou as maiores médias anuais para todos os serviços. As sessões de reabilitação são os serviços mais procurados (25.373), seguidos dos exames (20.001), das consultas (17.813) e dos procedimentos (950). Exames consomem o maior volume de recursos financeiros (R$ 637.673,00), seguidos pelas consultas (R$ 593.279,00), sessões de reabilitação (R$ 532.577,00) e pelos procedimentos (R$ 106.892,00). O incremento de serviços ofertados pelo CIS/CAÍ, ao considerar a produção ambulatorial do SUS, foi de 18,3%. CONCLUSÕES: O CIS/CAÍ, no setor saúde, exerce importante função de incremento de serviços, como consultas, exames, sessões de reabilitação e procedimentos. As ações, contudo, concentram-se principalmente no nível da média complexidade da assistência à saúde.
Abstract INTRODUCTION: Intermunicipal Consortium present as a strategy of public offering of services uniting cities and to developing actions medium and high complexity in health care efficiently. The Intermunicipal consortium Vale do Rio Caí (CIS/CAÍ) is composed of 23 cities of Rio Grande do Sul and acts since 2005. OBJECTIVES: Describe the average annual use of cities components of CIS/CAÍ and quantify the amount spent by the CIS/CAÍ according to the type of service, analyze the production of services in the period 2008-2011 and compare the production of services of CIS/CAÍ with the SIA-SUS in the same period. METHODS: This is a retrospective cross-sectional study, descriptive and exploratory with a quantitative approach. Data werecollected from information systems in the public domain as IBGE, DATASUS, FEE, SIOPS, CNES and from the system used by the CIS/CAÍ and presented as annual averages as to type of service (consultation, tests, procedures and rehabilitation sessions). RESULTS: Four cities (Montenegro, Brochier, Maratá e Pareci Novo) of the 23 members of the Health consortium respond by consume 77.0% of all the analyzed services. Montenegro had the highest annual average for all services. The rehabilitation sessions are the top searches services (25.373), followed by tests (20.001), consultations (17.813) and procedures (950). Tests consume the largest volume of financial resources (R$ 637.673,00), followed by consultation (R$ 593.279,00), rehabilitation sessions (R$ 532.577,00) and procedures (R$ 106.892,00). The increment in services offered by CIS/CAÍ, when considering outpatient services SUS was 18.3%. CONCLUSIONS: The CIS/CAÍ, in the health sector, plays an important of increased services such as consultations, examinations, sessions and procedures. The actions focus primarily on the level of average complexity of health care.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/56818
Arquivos Descrição Formato
000861504.pdf (849.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.