Repositório Digital

A- A A+

Motivos do atraso vacinal em crianças : uma pesquisa bibliográfica

.

Motivos do atraso vacinal em crianças : uma pesquisa bibliográfica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Motivos do atraso vacinal em crianças : uma pesquisa bibliográfica
Outro título Motivos do atraso vacinal em crianças e estratégias utilizadas para amenizar o problema : uma pesquisa bibliográfica
Autor Bujes, Michele Kroll
Orientador Silva, Jacqueline Oliveira
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Especialização em Saúde Pública.
Assunto Criança
Imunização
Vacinação
[es] Atraso vacunal
[es] Imunización
[es] Vacunación
Resumo A vacinação propicia resposta quase que imediata na prevenção de doenças, mas é importante que o indivíduo receba todas as doses necessárias. Este estudo buscou conhecer os motivos que levam ao atraso vacinal de crianças e as estratégias utilizadas para amenizar o problema, através de pesquisa bibliográfica. Para realização deste trabalho optou-se pela busca de artigos científicos indexados na base de dados Scielo, no período compreendido entre janeiro de 2000 a dezembro de 2011, foram analisados 7 artigos científicos. Os resultados apontam que os motivos para não vacinação das crianças pelos pais estão relacionados à baixa escolaridade da mãe, a condição social da família, difícil acesso, esquecimento, falta de conhecimento sobre vacinas e famílias numerosas. Em relação à equipe de saúde os motivos foram oportunidades perdidas, difícil acesso, desconhecimento e resistência dos pais, falta de insumos e equipe, falsas contraindicações e orientação médica para não vacinar. As estratégias realizadas pelos serviços de saúde são visitas domiciliares, informatização, recebimento do Bolsa Família condicionado a vacinação e utilização do Dia Nacional de Vacinação para realização de outras vacinas. Essas estratégias contribuíram para a diminuição do atraso vacinal.
Resumen La vacunación propicia respuesta casi que inmediata en la prevención de enfermedades, pero es importante que el individuo reciba todas las dosis necesarias. Este estudio buscó conocer los motivos que llevan al atraso vacunal de niños y las estrategias utilizadas para aliviar el problema, por medio de investigación bibliográfica. Para este estudio, se optó por buscar artículos científicos indexados en la base de datos Scielo en el período comprendido entre enero 2000 a diciembre 2011, fueron analizados 7 artículos científicos. Los resultados apuntan que los motivos para la no vacunación de los niños por los padres están relacionados a la baja escolaridad de la madre, a la condición social de la familia, al difícil acceso, al olvido, a la falta de conocimiento sobre vacunas y a familias muy numerosas. En relación al equipo de salud, los motivos fueron las oportunidades perdidas, el difícil acceso, el desconocimiento y la resistencia de los padres, la falta de insumos y equipo, las falsas contraindicaciones y la orientación médica para no vacunar. Las estrategias realizadas por los servicios de salud son las visitas domiciliares, la informatización, el recibimiento de “Bolsa Família” condicionado a la vacunación y la utilización del Día Nacional de Vacunación para realización de otras vacunas. Esas estrategias contribuyeron para la disminución del atraso vacunal.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/56819
Arquivos Descrição Formato
000861509.pdf (237.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.