Repositório Digital

A- A A+

Representações das crianças dos jardins A e B da creche da UFRGS sobre as aulas de educação física que frequentam nesta escola

.

Representações das crianças dos jardins A e B da creche da UFRGS sobre as aulas de educação física que frequentam nesta escola

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Representações das crianças dos jardins A e B da creche da UFRGS sobre as aulas de educação física que frequentam nesta escola
Autor Turcati, Vanessa Borowski
Orientador Palma, Miriam Stock
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Crianças
Educação física
Resumo As crianças são atores sociais: sujeitos agentes, transformadores e observadores da sociedade e da cultura das quais fazem parte. Isso lhes permite, assim como os adultos, ter suas próprias percepções, sentimentos e concepções sobre o mundo que as cerca. A essa visão de mundo dá-se o nome de representação social. Essas representações construídas pelos pequeninos são fundamentais para que eles se reconheçam como indivíduos e como seres integrantes de um grupo; possibilitam que tomem consciência de si mesmos, dos outros, do mundo e das relações nele estabelecidas. Entretanto, conforme nos mostra a literatura, nem sempre as crianças foram vistas sob esta ótica: por muito tempo foram concebidas como mini-adultos, mas mais fracas e frágeis do que eles; seres passíveis de desconfiança, cuja natureza deveria ser corrigida. A mudança dessa concepção veio, de fato, com o Renascimento, quando a criança passou a ser percebida como ser sensível, mágico, positivo; e a infância, a idade de ouro. Apesar disso, ainda hoje é possível constatar a pouca produção de pesquisas sobre crianças que seja realizada com elas, não havendo muita preocupação e dedicação para ouvir o que os pequeninos têm a dizer sobre suas vivências, pensamentos e anseios. Diante dessa perspectiva, este trabalho tem como objetivo pesquisar e documentar as representações das crianças dos Jardins de Infância da Creche da UFRGS sobre as aulas de Educação Física que frequentam nesta escola. Para isso, foram entrevistadas individualmente 38 crianças com idades entre 4 e 6 anos, matriculadas nas turmas de Jardim A1, Jardim A2 e Jardim B da Creche Francesca Zacaro Faraco da UFRGS, frequentadoras das aulas de Educação Física oferecidas pela instituição. Trinta e três dessas crianças também produziram desenhos e participaram de entrevistas coletivas com suas turmas, comunicando suas opiniões sobre o que vivenciam nessas aulas. Conforme as respostas trazidas pelas crianças, foram sugeridas as seguintes categorias de análise: relações entre a Educação Física e a ludicidade; a Educação Física como oportunidade diferente para novas aprendizagens; a expectativa pelo movimento e a importância dele; relações interpessoais (entre os pares; com os professores; com os pais); o corpo que faz exercícios; atividades livres e atividades sugeridas/orientadas. Os resultados apontam para a grande importância atribuída pelas crianças ao brincar e à ludicidade presente nas aulas, o reconhecimento da Educação Física como espaço que proporciona novas aprendizagens e a valorização da oportunidade de interagir com os amigos. Também fica marcada a relação trazida entre a Educação Física e o corpo, além do desagrado proporcionado pelas situações de conflito entre os pares.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/56836
Arquivos Descrição Formato
000861358.pdf (198.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.