Repositório Digital

A- A A+

Brachydelphis (pontoporiidae, odontoceti, cetacea) do neógeno do pacífico sul oriental

.

Brachydelphis (pontoporiidae, odontoceti, cetacea) do neógeno do pacífico sul oriental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Brachydelphis (pontoporiidae, odontoceti, cetacea) do neógeno do pacífico sul oriental
Autor Gutstein, Carolina Simon
Orientador Schultz, Cesar Leandro
Co-orientador Cozzuol, Mario Alberto
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Cetáceos
Paleozoologia
Resumo Brachydelphis maseazi Muizon 1988, da Formação Pisco (Mesomiocene, Peru), corresponde a uma espécie de odontoceto conhecida por dois crânios incompletos e alguns elementos pós-cranianos associados. Uma revisão e estudo comparativo desta espécie foram realizados a partir de novos espécimes referidos a B. mazeasi provenientes dos depósitos neógenos da costa Sul-Pacífica do Peru e do Chile (Fms. Pisco e Bahía Inglesa respectivamente). Como dado complementar, nessa comparação, se estabeleceram hipóteses de correlações cronoestratigráficas para ambas as formações. Os fósseis aqui analisados ocorrem em rochas fosfáticas, cuja gênese ocorre sob condições muito específicas e está relacionada a eventos globais de variação de nível eustático. A presença dessas rochas em diversas formações neógenas do Pacífico, enfocando as Fms. Pisco e B. Inglesa, permitiu propor uma correlação cronoestratigráfica preliminar e constitui-se numa boa ferramenta para correlacionar eventos entre essas formações. Por outro lado, a tafonomia das mesmas é distinta, em um plano geral, com a Fm. B. Inglesa apresentando massiva quantidade de fósseis em uma camada retrabalhada de D-fosfato e a Fm. Pisco com amplos depósitos de sedimentos finos e fósseis esparsos. A fauna de vertebrados também já foi sugerida como sendo relacionada já que é notoriamente similar. A família Pontoporiidae está amplamente registrada em ambas as formações. A presença de B. mazeasi no Mesomioceno da Fm. Pisco reforçou a proposição da origem Pacífica para a família. Contudo, a paleobiogeografia, bem como a filogenia deste grupo, é confusa, podendo-se apenas precisar uma origem sul-americana para o clado. O estudo da variação morfológica em uma série ontogenética de exemplares de B. mazeasi, incluindo materiais provenientes de ambas as formações, contribui para uma visão mais integradora da diagnose da espécie, implicações filogenéticas para clados mais inclusivos e da correlação entre as duas áreas estudadas.
Abstract Brachydelphis maseazi Muizon 1988, of the Pisco Formation (Mesomiocene, Peru), corresponds to an odontocete known for two incomplete skulls and a few associated post-cranial elements. A revision and comparative study of this specie were carried out with new specimens, referred to B. mazeasi, from the Neogene deposits of the South-Pacific coast of Peru and Chile (the Pisco and the Bahía Inlgesa Formations respectively). As complementary fact, in that comparison, a hypothesis of chronostratigraphic correlation was established for both formations. The genesis of phosphatic rocks is ruled by specific conditions, however, also is related to global events of eustatic level variation. The presence of those rocks in diverse Neogene formations of the Pacific, focusing the Pisco and B. Inglesa Formations, permitted to propose a preliminary chronostratigraphic correlation for both deposits. The occurrence of phosphatic rocks was converted in a good instrument for correlate events between those formations. On the other hand, the taphonomy of both formations is distinctive, in a general view, with the B. Inglesa F. presenting massive quantity of fossils in a reworked layer of D-Phosphate, and to Pisco F. with broad deposits of thin sediments and scarce fossils. The vertebrate faunas also were suggested as related, since is notoriously similar. The Pontoporiidae family is broadly registered in both formations. The presence of B. mazeasi from Mesomioceno of the Pisco F. leads to the proposition of a Pacific origin for the family. However, the paleobiogeography as the phylogeny of this group is unresolved, only being able to designate a South American origin for the clade. The study of morphological variation of an ontogenetic series of specimens of B. mazeasi from both formations, contributes for a broader view of the species diagnosis, phylogenetic implications for more inclusive clades and for the correlation of both studied areas.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/60574
Arquivos Descrição Formato
000529409.pdf (4.216Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.