Repositório Digital

A- A A+

Pneumonia enzoótica suína: revisão bibliográfica

.

Pneumonia enzoótica suína: revisão bibliográfica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Pneumonia enzoótica suína: revisão bibliográfica
Autor Hein, Héber Eduardo
Orientador Corbellini, Luis Gustavo
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Mycoplasma hyopneumoniae
Pneumonia enzoótica suína
Suínos
Suinos : Doencas infecciosas dos animais
[en] Mycoplasma hyopneumoniae
[en] Review
[en] Swine
[en] Swine enzootic pneumonia
Resumo A suinocultura é uma importante atividade em diversos países inclusive no Brasil, sendo este o quarto maior produtor desta que é a carne mais consumida no mundo. A intensificação da criação em ambientes fechados tornou comum a ocorrência de doenças respiratórias em suínos. Desta forma a Pneumonia Enzoótica Suína (PES), causada pelo Mycoplasma hyopneumoniae, é uma importante enfermidade por predispor os animais a outros agentes e pelas perdas econômicas oriundas da infecção. A bactéria é transmitida principalmente por contato direto com secreções respiratórias e via aerossóis eliminados em crises de tosse seca não produtiva, principal sinal clínico da doença. Monitorias sorológicas e de abate são ferramentas empregadas para o conhecimento dos padrões infecciosos e a frequência das lesões nos rebanhos, permitindo ainda a identificação e correção de fatores de risco presentes na criação. Estudos de soroprevalência demonstraram que a PES está presente em todos locais onde a suinocultura é desenvolvida, com prevalências em níveis maiores que 65% em países como China e Alemanha. Em abates no Brasil foram verificados cerca de 55% dos pulmões examinados com lesões de consolidação condizentes com PES. O controle do micoplasma é baseado na correção de fatores predisponentes ligados às práticas de manejo e edificações. Ainda são utilizadas a vacinação dos animais, o emprego de medidas de biossegurança (evitando a entrada e propagação da bactéria nas granjas), e tratamentos com antimicrobianos. A principal perda econômica relacionada à infecção é o baixo rendimento dos animais, demonstrado pela pior conversão alimentar e consequentemente ao menor ganho de peso diário, aumentando assim o tempo de alojamento dos animais nas granjas. Esta revisão possibilitou o melhor entendimento da dinâmica de infecção que o M. hyopneumoniae apresenta, os fatores de risco relacionados a infecção no rebanho, bem como os principais métodos de diagnóstico, controle e monitoramento utilizados atualmente.
Abstract Swine production is an important activity in several countries including Brazil, which is the fourth largest producer of pig meat, the most consumed meat in the world. Respiratory diseases in pigs are a common problem after the intensification of indoor swine production. Swine Enzootic Pneumonia (SEP), caused by Mycoplasma hyopneumoniae is an important disease since it predispose animals to other agents causing economic losses. The bacterium is transmitted primarily by direct contact with respiratory secretions or aerosol from dry cough, that is the main clinical sign of disease. Abattoir and serological monitoring are tools employed in order to know the infectious pattern and the frequency of lesions in the herd, allowing identification and correction of risk factors that could be present in the farm. Seroprevalence surveys have shown that SEP is present in all places where intensive pig farming is present, with prevalence levels greater than 65% in countries like China and Germany. In Brazil, approximately 55% of the examined lungs in abattoirs showed lesion consistent with PES. Mycoplasma control is based mainly on correcting predisposing factors related to management practices and buildings and also by vaccination, applying biosecurity measures (preventing the entry and spread of bacteria in the farms) and strategic administration of antimicrobial medication The major economic loss due to infection is the low efficiency of production, demonstrated by the low feed conversion and consequently the lowest daily weight gain, increasing the time of animal housing in the farms. This review has enabled a better understanding of the dynamics of infection of M. hyopneumoniae, the risk factors associated with the infection in pig farms, and the main methods of diagnosis, monitoring and control currently used.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/60799
Arquivos Descrição Formato
000860469.pdf (203.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.