Repositório Digital

A- A A+

A relação entre variáveis clínicas de saúde bucal e qualidade de vida dos indivíduos entre 50 e 74 anos de três distritos sanitários de Porto Alegre

.

A relação entre variáveis clínicas de saúde bucal e qualidade de vida dos indivíduos entre 50 e 74 anos de três distritos sanitários de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A relação entre variáveis clínicas de saúde bucal e qualidade de vida dos indivíduos entre 50 e 74 anos de três distritos sanitários de Porto Alegre
Autor Fontanive, Victor Nascimento
Orientador Abegg, Claídes
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Epidemiologia
Odontologia
Qualidade de vida
[en] Dentistry
[en] Epidemiology
[en] Quality of life
Resumo Atualmente, poucos estudos avaliam o impacto que as doenças bucais, assim como as reabilitações protéticas, desempenham sobre a qualidade de vida geral dos indivíduos. O objetivo desta pesquisa foi investigar a relação entre variáveis clínicas de saúde bucal com os domínios físico, psicológico, de relações sociais e de meio ambiente da qualidade de vida geral. Neste estudo transversal, 720 indivíduos entre 50 e 74 anos residentes de três distritos sanitários de Porto Alegre, sul do Brasil, participaram da pesquisa, sendo selecionados através de amostragem proporcional de múltiplos estágios. As entrevistas e exames clínicos foram realizados nos domicílios dos sujeitos por 4 duplas de examinadores e anotadores previamente treinados e calibrados. Os dados foram coletados seguindo duas etapas: 1) Entrevista usando questionário estruturado sobre dados sociodemográficos e o World Health Organization Abbreviated Instrument for Quality Of Life Assessment (WHOQOL-BREF) para avaliação da qualidade de vida; 2) Exame clínico bucal sob luz artificial, utilizando-se índices e critérios recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e complementados pelo Levantamento Epidemiológico SB/Brasil 2000. Para efeito de análise os escores de qualidade de vida foram categorizados em: baixo (≤ mediana) e alto (> mediana). A associação entre os desfechos e os fatores em estudo foi analisada através de Regressão de Poisson múltipla, com ajuste para variância robusta, e função svyset programada seguindo os estágios da pesquisa. Um maior escore no domínio físico foi associado ao uso de prótese superior e com nível educacional. No domínio psicológico, um escore mais elevado foi associado ao nível educacional. Um maior escore no domínio de relações sociais esteve associado ao CPOD, gênero e nível educacional. Por fim, no domínio meio ambiente, maiores escores estiveram associados ao uso e necessidade de prótese inferior, idade e nível educacional. Pode-se concluir que nesta população a qualidade de vida geral está associada a variáveis clínicas de saúde bucal como CPOD, uso e necessidade de prótese.
Abstract Currently, there are few studies assessing the impact of oral diseases and prosthetic rehabilitation on the general quality of life of individuals. The objective of this study was to investigate the relationship between oral health clinical variables and the following domains of general quality of life: physical, psychological, social relations, and environment. This cross-sectional study involved 720 individuals between 50 and 74 years living in three health districts of Porto Alegre, southern Brazil. The subjects were selected using multi-stage proportional sampling. The interviews and clinical examinations were performed at home by four pairs of researchers previously trained and calibrated. Data were collected following two steps: 1) interview using a structured questionnaire on demographic data and the World Health Organization Abbreviated Instrument for Quality of Life Assessment (WHOQOL-BREF) to assess quality of life; 2) oral clinical examination under artificial light, using rates and criteria recommended by the World Health Organization (WHO) and complemented with the Epidemiological Survey SB/Brazil 2000. For the analysis, the scores of quality of life were categorized as low (≤ median) and high (> median). The association between the outcomes and the factors studied was analyzed using Poisson Multiple Regression, with adjustment for robust variance, and svyset function following the stage of the study. A higher score in the physical domain was associated with the use of upper prosthesis and with higher educational level. In the psychological domain, a higher score was associated with the educational level. A higher score in the social relations domain was associated with the DMFT, gender and educational level. Finally, in the environment domain, higher scores were associated with use and need of lower prosthesis, age and educational level. Finally, in the environment domain, higher scores were associated with use and need of lower prosthesis, age and educational level. It was concluded that this population's quality of life is associated to oral health clinical variables such as DMFT, use and need of prosthesis.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/60983
Arquivos Descrição Formato
000765437.pdf (1.710Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.