Repositório Digital

A- A A+

Leitura, tradução e medidas de complexidade textual em contos da literatura para leitores com letramento básico

.

Leitura, tradução e medidas de complexidade textual em contos da literatura para leitores com letramento básico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Leitura, tradução e medidas de complexidade textual em contos da literatura para leitores com letramento básico
Autor Pasqualini, Bianca Franco
Orientador Finatto, Maria José Bocorny
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Aquisição da linguagem
Estudos da linguagem
Leitura
Língua inglesa
Lingüística computacional
Lingüística de corpus
Tradutologia
[en] Natural language processing
[en] Reading
[en] Text readability
Resumo Este trabalho trata dos temas da complexidade textual e de padrões de legibilidade a partir de um enfoque computacional, situando o tema em meio à descrição de textos originais e traduzidos, aproveitando postulados teóricos da Tradutologia, da Linguística de Corpus e do Processamento de Línguas Naturais. Investigou-se a suposição de que há traduções de literatura em língua inglesa produzidas no Brasil que tendem a gerar textos mais complexos do que seus originais, tendo como parâmetro o leitor brasileiro médio, cuja proficiência de leitura situa-se em nível básico. Para testar essa hipótese, processamos, usando as ferramentas Coh-Metrix e Coh-Metrix-Port, um conjunto de contos literários de vários autores em língua inglesa e suas traduções para o português brasileiro, e, como contraste, um conjunto de contos de autores brasileiros publicados na mesma época e suas traduções para o inglês. As ferramentas Coh-Metrix e Coh-Metrix-Port calculam parâmetros de coesão, coerência e inteligibilidade textual em diferentes níveis linguísticos, e as métricas estudadas foram as linguística e gramaticalmente equivalentes entre as duas línguas. Foi realizado também um teste estatístico (t-Student), para cada métrica e entre as traduções, para avaliar a diferença entre as médias significativas dentre resultados obtidos. Por fim, são introduzidas tecnologias tipicamente usadas em Linguística Computacional, como a Aprendizagem de Máquina (AM), para o aprofundamento da análise. Os resultados indicam que as traduções para o português produziram textos mais complexos do que seus textos-fonte em algumas das medidas analisadas, e que tais traduções não são adequadas para leitores com nível de letramento básico. Além disso, o índice Flesch de legibilidade mostrou-se como a medida mais discriminante entre textos traduzidos do inglês para o português brasileiro e textos escritos originalmente em português. Conclui-se que é importante: a) revisar equivalências de medidas de complexidade entre o sistema Coh-Metrix para o inglês e para o português; b) propor medidas específicas das línguas estudadas; e c) ampliar os critérios de adequação para além do nível lexical.
Abstract This work analyzes textual complexity and readability patterns from a computational perspective, situating the problem through the description of original and translated texts, based on Translation Studies, Corpus Linguistics and Natural Language Processing theoretical postulates. We investigated the hypothesis that there are English literature translations made in Brazil that tend to generate more complex texts than their originals, considering – as parameter – the typical Brazilian reader, whose reading skills are at a basic level according to official data. To test this hypothesis, we processed –using the Coh-Metrix and Coh-Metrix-Port tools – a set of literary short stories by various authors in English and their translations into Brazilian Portuguese, and – as contrast – a set of short stories by Brazilian literature authors from the same period and their translations into English. The Coh-Metrix and Coh-Metrix-Port tools calculate cohesion, coherence and textual intelligibility parameters at different linguistic levels, and the metrics studied were the linguistic and grammatical equivalents between the two languages. We also carried out a statistical test (t-test) for each metric, and between translations, to assess whether the difference between the mean results are significant. Finally, we introduced Computational Linguistics methods such as Machine Learning, to improve the results obtained with the mentioned tools. The results indicate that translations into Portuguese are more complex than their source texts in some of the measures analyzed and they are not suitable for readers with basic reading skills. We conclude that it is important to: a) review complexity metrics of equivalence between Coh-Metrix system for English and Portuguese; b) propose specific metrics for the languages studied, and c) expand the criteria of adaptation beyond the lexical level.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/61188
Arquivos Descrição Formato
000862924.pdf (2.743Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.