Repositório Digital

A- A A+

Formação continuada : uma trajetória necessária na busca da reflexividade como qualidade pedagógica

.

Formação continuada : uma trajetória necessária na busca da reflexividade como qualidade pedagógica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Formação continuada : uma trajetória necessária na busca da reflexividade como qualidade pedagógica
Autor Bissaco, Nureive Goularte
Orientador Krahe, Elizabeth Diefenthaeler
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Educação continuada
Educação infantil
Formação
Professor
Reflexividade
[es] Educación infantil
[es] Formación continuada
[es] Formación de profesores
[es] Reflexividad
Resumo Esta dissertação analisa as implicações resultantes da participação do docente da Educação Infantil nos programas de formação continuada, a fim de identificar os aspectos facilitadores que atendam a preocupações práticas dos professores, visando compreender sua influência para uma prática docente crítica e reflexiva. O trabalho faz parte da Linha de Pesquisa “Universidade: teoria e prática”, no eixo temático formação de professores. Os caminhos metodológicos foram embasados em pesquisa qualitativa, a partir de um estudo de caso, em que foram utilizadas entrevistas semiestruturadas para a coleta de dados. Foram escolhidas quatro instituições particulares de Educação Infantil do município de Caxias do Sul, em que os sujeitos da pesquisa correspondiam àqueles que atuavam no último nível da Educação Infantil, atendendo crianças de quatro e cinco anos, devendo possuir a formação mínima exigida pela lei, o Magistério a nível médio. Ao serem entrevistadas, a partir de suas experiências como professoras desse nível de ensino, forneceram dados relevantes para a elaboração de uma análise mais rica em relação à formação continuada e sobre os fatores que influenciam ou não de maneira qualitativa suas práticas pedagógicas. Os resultados reafirmam a importância de aprofundar discussões acerca do tema sobre formação de professores, mais especificamente formação continuada, acreditando que esta seja capaz de vir a ser uma das tantas possibilidades, se não a melhor, para que a prática educativa seja permeada por momentos de reflexão, em busca de aprimorá-la e ressignificá-la de maneira mais próxima do professor diante dos desafios cotidianos. Desafios estes que vêm exigindo cada vez mais respostas imediatas e eficazes dos professores diante das mais variadas situações. Uma formação que não só permita, mas também que respeite os seus saberes vividos resultantes de suas práticas. Evidenciou-se que o professor precisa participar de sua formação, devendo ser o sujeito principal dessa formação e que deve estar em comunhão com seu formador, no seu contexto de ação, a escola. Provou-se que é preciso pensar em espaços de formação no contexto de suas ações pedagógicas e que rever, reorganizar e reestruturar esses espaços fazse necessário. Muito mais do que se formar em serviço é formar-se no coletivo e para o coletivo, num movimento constante de reflexão, em que esse professor detém-se para pensar, tendo um tempo específico para essa parada, a fim de exercer seu direito de refletir sobre e a partir de suas ações. Ratificou-se que a valorização da reflexividade, no contexto desta pesquisa, é como uma mola que impulsionará a construção de uma nova maneira de conceber a organização do trabalho docente, rompendo com o isolamento do profissional professor. Tudo em um movimento não linear da organização escolar já naturalizada, perpassando pela ressignificação de seus valores, crenças e concepções pessoais.
Resumen Esta tesis analiza las implicaciones resultantes de la participación del docente de la Educación Infantil en los programas de formación continuada, con el fin de identificar los aspectos facilitadores que atiendan a preocupaciones prácticas de los profesores, para comprender su influencia para una práctica docente crítica y reflexiva. El trabajo forma parte de la línea de investigación “Universidad: teoría y práctica”, en el eje temático formación de profesores. Los caminos metodológicos han sido embasados en encuesta cualitativa, a partir de un estudio de caso, en el que se utilizaron entrevistas semiestructuradas para la búsqueda de datos. Se eligieron cuatro instituciones particulares de Educación Infantil del municipio de Caxias do Sul en que los sujetos de la investigación correspondieran a los que actúan en el último nivel de la Educación Infantil, atendiendo niños de cuatro y cinco años, y que tuvieran la formación mínima exigida por ley, el Magisterio a nivel medio. En las entrevistas, a partir de sus experiencias como profesoras de ese nivel de enseñanza, han fornecido datos relevantes para la elaboración de un análisis más rico en relación a la formación continuada y sobre los factores que influencian o no cualitativamente sus prácticas pedagógicas. Los resultados reafirman la importancia de profundizar discusiones acerca del tema formación de profesores, más específicamente, formación continuada, creyendo así que esa pueda ser una de las tantas posibilidades, si no la mejor, que permita a la práctica educativa ser permeada por momentos de reflexión, con el objetivo de perfeccionarla y resignificarla de manera más cercana del profesor en los desafíos cotidianos. Desafíos estos que exigen cada vez más respuestas inmediatas y eficaces de los profesores en las más variadas situaciones. Una formación que no solo permita, sino que respecte sus saberes vividos resultantes de sus prácticas. Se evidenció que el profesor necesita participar de su formación como sujeto principal de esa formación, estando en comunión con su formador, en su contexto de acción, la escuela. Se probó que es necesario pensar en espacios de formación en el contexto de sus acciones pedagógicas, en que rever, reorganizar y reestructurar estos espacios se hace necesario. Más que formarse en servicio es formarse en el colectivo y para el colectivo, en un movimiento constante de reflexión, en que el profesor se detiene para pensar, con tiempo específico para esa parada, con el fin de ejercer su derecho de reflexionar sobre ello y a partir de sus acciones. Se ratificó la valoración de la reflexivilidad, en el contexto de esta investigación, como un resorte que impulsará la construcción de una nueva manera de concebir la organización del trabajo docente, rompiendo con el aislamiento del profesional profesor. Todo en un movimiento no linear de la organización escolar ya naturalizada, pasando por la resignificación de sus valores, creencias y concepciones personales.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/61740
Arquivos Descrição Formato
000866046.pdf (766.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.