Repositório Digital

A- A A+

Selamento de lesões cariosas proximais em molares decíduos

.

Selamento de lesões cariosas proximais em molares decíduos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Selamento de lesões cariosas proximais em molares decíduos
Autor Dutra, Giovana Martins Cezar
Orientador Araujo, Fernando Borba de
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Carie dentaria
Dentes : Deciduos
Radiografia dentaria
Selantes de fissuras
Resumo O objetivo deste ensaio clínico randomizado de boca dividida foi avaliar a interferência do selamento na progressão de lesões cariosas proximais ativas em molares decíduos de pacientes inseridos em um programa de tratamento para a atividade cariosa. Buscou-se também investigar a retenção do material na superfície proximal através do exame clínico e avaliação das réplicas. Vinte e sete crianças apresentando no mínimo duas lesões cariosas proximais em molares decíduos, radiograficamente detectadas em esmalte ou metade externa de dentina e clinicamente diagnosticadas como ativas, participaram do estudo. Randomicamente, uma lesão recebeu o selamento e outra permaneceu como controle. Foram obtidas réplicas da superfície proximal selada, após impressão com silicona de adição, e radiografias padronizadas das lesões em estudo. Todos os pacientes receberam tratamento para a atividade cariosa. Após um período de 6 meses, novas réplicas e radiografias foram realizadas. A retenção do selante foi avaliada através do exame clínico da superfície proximal, assim como do exame dos pares de réplicas. Presença ou ausência de progressão das lesões cariosas foi determinada por 3 métodos diferentes: inspeção visual individual das radiografias, inspeção visual das radiografias aos pares e avaliação qualitativa da subtração radiográfica. As lesões em estudo foram comparadas quanto à presença de progressão utilizando o teste de McNemar e não foram detectadas diferenças entre os grupos, independente do método de aferição de progressão utilizado. O exame clínico da retenção do selante detectou sucesso na manutenção do material em 55,6% das superfícies seladas e a avaliação dos pares de réplicas em 58,3%. A reprodutibilidade das duas técnicas de aferição da retenção do selante foi de 0,66 (kappa). Adequada retenção do material, avaliada clinicamente, foi associada à ausência de progressão da lesão cariosa de acordo com a avaliação da subtração radiográfica (p=0,03). O selamento não foi capaz de reduzir a progressão de lesões cariosas proximais em molares decíduos de pacientes cárieativos, achado que pode estar relacionado à falha na retenção do material.
Abstract The aim of this split-mouth randomized clinical trial was to assess the efficacy of sealing proximal caries lesions on primary molars in cariesactive patients receiving an individualized treatment to caries activity. It also evaluated sealant retention on proximal surface by direct visual inspection and by replicas. Twenty-seven children with at least two proximal active caries lesions in a deciduous molar, detected in the bitewing radiograph in enamel or outer half of dentine and clinically diagnosed as active, participated in the study. One randomly selected lesion received a sealant and another remained as control. A replica was obtained by copying the sealed surface with an impression material and standardized bitewing radiographs were taken. All patients received caries activity treatment. After 6 months, new radiographs and proximal replicas were obtained. Sealant retention was examined by clinical evaluation and by proximal replicas evaluation in pairs. Lesion progression was radiographically assessed using three methods: conventional visual independent reading, conventional pair-wise visual reading and qualitative inspection of subtraction radiography of digitized images. Presence of lesion progression was compared between test and control lesions with McNemar test and no difference was observed in all evaluation methods. Clinical evaluation classified sealant retention as successful in 55.6% of the sealed surfaces and replica evaluation in 58.3%. Reproducibility of sealant retention analysis with the two mentioned methods was 0.66 (kappa). Sealant retention assessed clinically as successful was associated with absence of lesion progression detected by the qualitative inspection of subtraction radiography (p=0.03). Proximal sealing was not effective in reducing lesion progression in deciduous molars from caries-active patients and this can be partially explained by a failure in material retention.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/61786
Arquivos Descrição Formato
000734677.pdf (495.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.