Repositório Digital

A- A A+

Gestão por competências : aplicação aos negociadores da Secretaria Municipal de Saúde de São José dos Campos

.

Gestão por competências : aplicação aos negociadores da Secretaria Municipal de Saúde de São José dos Campos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gestão por competências : aplicação aos negociadores da Secretaria Municipal de Saúde de São José dos Campos
Autor Couto, Mariana Andrade Ribeiro do
Orientador Antunes, Elaine di Diego
Data 2010
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Negociação Coletiva a Distância.
Assunto Avaliação de desempenho
Desenvolvimento de competências
Negociação coletiva
Resumo O presente estudo pretende demonstrar as mudanças que a administração pública vem sofrendo, as quais são essenciais ao seu desenvolvimento e à sua modernização. Surgiu, com isso, a necessidade desta pesquisa, que trata da análise acerca da negociação coletiva e da ferramenta administrativa conhecida como gestão por competências. A pesquisa é de natureza qualitativa, através de estudo de caso exploratório e descritivo, sendo analisada a mesa de negociação ocorrida na Secretaria Municipal de Saúde de São José dos Campos. Não há como promover o desenvolvimento do serviço público sem capacitar seus servidores; assim, ambas as ferramentas citadas anteriormente, são de excepcional importância, considerando que se manifestou a exigência de efetivar levantamentos reais de necessidade de capacitação e alocação de mão-de-obra. É necessário, também, utilizar de forma eficaz e eficiente as competências individuais de cada membro da equipe, com a finalidade de promover serviços que atinjam as metas estipuladas pelos órgãos. A questão de pesquisa que conduziu a realização do estudo foi: identificar e qualificar competências necessárias para a atuação dos negociadores da mesa de negociação da Secretaria Municipal de Saúde de São José dos Campos. Além disso, foram analisadas as competências essenciais aos negociadores da mesa, bem como as competências de que não dispõem, com intento de implementar um processo negocial mais satisfatório. O processo negocial em epígrafe foi bastante conveniente, eliminando vários problemas existentes à época, inclusive uniformizando a situação dos servidores municipais e municipalizados no que se referem a salários, benefícios e condições de trabalho, o que impulsionou o avanço da democratização das normatizações trabalhistas, não somente da categoria, mas de todo o serviço público. Verificou-se que os negociadores em análise não possuíam experiência neste ramo (negociação), até porque foram pioneiros, o que não causou prejuízos imediatos, mas isso pode ter provocado sua interrupção. Todavia, possuíam conhecimentos gerais e teóricos, que são informações relativas à formação, objetivo, organização e limitações das partes, trazendo muitos resultados; contavam, também, com habilidades e atitudes suficientes para tornar a negociação satisfatória. Não obstante, operou somente no período de 1993 a 1997, na gestão da Prefeita Municipal Ângela Guadagnin, findando na gestão seguinte.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/61832
Arquivos Descrição Formato
000866975.pdf (342.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.