Repositório Digital

A- A A+

Perfil epidemiológico das mortes maternas ocorridas no Rio Grande do Sul, Brasil : 2004-2007

.

Perfil epidemiológico das mortes maternas ocorridas no Rio Grande do Sul, Brasil : 2004-2007

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil epidemiológico das mortes maternas ocorridas no Rio Grande do Sul, Brasil : 2004-2007
Outro título Epidemiological profile of maternal deaths in Rio Grande do Sul, Brazil : 2004-2007
Autor Carreno, Ioná
Bonilha, Ana Lúcia de Lourenzi
Costa, Juvenal Soares Dias da
Resumo Foi analisado o perfil epidemiológico das mortes maternas ocorridas no período de 2004-2007, no Rio Grande do Sul, através da Razão de Mortalidade Materna e da Razão de Mortalidade Materna Específica. Foram utilizados dados do Sistema de Informações de Saúde, sendo observados 323 óbitos maternos. Para a análise dos indicadores foi empregada a regressão de Poisson e testes estatísticos. Observou-se que no Estado houve um decréscimo na razão de mortalidade materna (0,98), contudo não foram encontradas diferenças nas medidas de estimativas (IC95% 0,87-1,10). A RMME foi maior em mulheres com mais de 40 anos, com baixo nível de escolaridade, de cor preta e sem companheiro. O período de maior estimativa de risco na morte materna foi durante a gravidez e o parto, e entre as principais causas diretas observadas foram constatadas hipertensão arterial e hemorragia. A mortalidade materna é um indicador importante que deve ser enfrentado e reduzido, pois a maior parte dos óbitos pode ser evitada.
Abstract This study analyzed the epidemiological profile of maternal deaths that occurred from 2004 to 2007 in Rio Grande do Sul, by means of Maternal Mortality Rates and Specific Maternal Mortality Ratio. Data was obtained from the Health Information System database and 323 maternal deaths were identified. In order to analyze indicators, Poisson regression and statistical tests were carried out. A decrease in maternal mortality rates (0.98) was identified, although there was no difference in estimate measures (CI95% 0.87-1.10). Maternal deaths were more frequent in women who were over 40 years old, had low schooling, black skin and no partners. The period of highest risk of maternal death was during pregnancy and birth, and the main direct causes were arterial hypertension and bleeding. Maternal mortality is an important issue to be confronted and reduced, given most maternal deaths could have been avoided.
Contido em Revista brasileira de epidemiologia = Brazilian journal of epidemiology. Vol.15, n. 2(2012 jun), p. 396-406
Assunto Estatisticas vitais
Indicadores básicos de saúde
Mortalidade materna
Saúde da mulher
Saúde sexual e reprodutiva
[en] Health Status Indicators
[en] Maternal mortality
[en] Reproductive health
[en] Vital statistics
[en] Women’s health
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/61892
Arquivos Descrição Formato
000858905.pdf (268.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.