Repositório Digital

A- A A+

Reprodutibilidade de leitura de retinografias digitais do ELSA Brasil

.

Reprodutibilidade de leitura de retinografias digitais do ELSA Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reprodutibilidade de leitura de retinografias digitais do ELSA Brasil
Autor Ferreira, Thiago Vernetti
Orientador Fuchs, Sandra Cristina Pereira Costa
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Reprodutibilidade dos testes
Retina
Resumo O estudo Elsa-Brasil visa à investigação de fatores de risco para saúde da população adulta, sendo realizado em seis estados brasileiros. Os participantes foram submetidos, na linha de base, a diferentes exames, entre os quais a retinografia. A análise da retinografia foi realizada para identificar anormalidades de fundo de olho como retinopatia diabética, degeneração macular relacionada à idade, entre outros. Participantes com tais anomalias foram notificados em conformidade. O centro de leitura de retinografia tinha seis leitores certificados disponíveis para analisar as fotografias do fundo de olho. Os leitores foram treinados de acordo com a sua formação profissional prévia. Entre os oftalmologistas a padronização enfatizou a classificação de resultados anormais e estabelecimento dos resultados. Para estudantes de medicina, um mínimo de três meses de treinamento com um oftalmologista foi necessário antes de iniciar as leituras. O supervisor realizou controle periódico de qualidade das imagens no Centro de leitura de retinografia. No total, foram avaliadas mais de 40.000 imagens de fundo (cerca de quatro por participante). Análise de confiabilidade intra e interobservador foram realizadas para legibilidade das imagens e presença de achados anormais. Avaliaram-se as fotografias de fundo de olho de 10.648 participantes do estudo ELSA, com 52,8 ±9.2 anos, 53,5% eram mulheres e mais de 60% tinha iniciado ou concluído uma licenciatura. Os centros com maior número de participantes foram São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia e Espírito Santo, respectivamente. Cerca de 91% das imagens, tanto para olho direito como olho esquerdo, foram legíveis, 12% dos participantes apresentaram achados compatíveis com alteração ocular, demandando confirmação diagnóstica por especialista. A concordância interobservador para legibilidade e resultado da leitura (normal, alterado ou inconclusivo) obteve um coeficiente kappa moderado para ambos os olhos (entre 0,4 e 0,6). Em relação à análise intraobservador, o kappa obtido para resultado da leitura foi bom (entre 0,6 e 0,8) e para legibilidade foi moderado. Diferenças de formação e experiência entre leitores poderiam explicar tanto a variação nos coeficientes kappa para o intraobservador, quanto o kappa global. O coeficiente kappa para análise intraobservador de resultado foi bom, sendo que entre os leitores experientes houve maior concordância. Por outro lado, maior número de leitores, incluindo os com maior e menor experiência, permitiu obter coeficiente kappa moderado para análise interobservador de avaliação de anormalidades. Finalmente, os resultados mostraram adequada concordância entre observadores e os achados da retina podem ser usados para avaliar associações com desfechos clínicos incidentes nesta coorte. Os resultados indicam que a avaliação de confiabilidade intraobservador é necessária e que os leitores devem ser experientes ou treinados de forma mais consistente e por mais tempo.
Abstract The ELSA-Brasil study aims to investigate risk factors for health of adult population, being held in six Brazilian states. Participants were submitted at the baseline to different screening procedures, including the fundus photographs. The analysis of retinography was carried out in order to identify fundus abnormalities such as diabetic retinopathy, age-related macular degeneration, among others. Participants with such abnormalities were notified accordingly. The Retinography Reading Center had six certified readers available to analyze the fundus photographs. Readers were trained according to their prior professional training. Among ophthalmologists the standardization emphasized the classification of abnormal findings and establishment of the results. For medical students, a minimum of three months follow-up training with an ophthalmologist was required before start the readings. The supervisor carried out periodic quality control on the images done in the Retinography Reading Center. Altogether, it was evaluated more than 40,000 images of the fundus (about four per participant). Reliability analysis was performed for intra and inter observer regarding the readability of the images and the presence of abnormal findings. We evaluated 10,648 participants for the fundus photographs of the ELSA study, aged 52.8 ±9.2 years, 53.5% were women and over 60% had started or completed an university degree. The centers with the largest number of participants were São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia and Espírito Santo, respectively. About 91% of the images, both for right eye as left eye were legible, 12% of the participants presented findings compatible with eye change, requiring diagnostic confirmation by an expert. The inter observer agreement for readability and reading result (normal, abnormal or inconclusive) obtained a coefficient kappa moderated for both eyes (between 0.4 and 0.6). In relation to intra observador analysis, the kappa coefficient obtained for result of reading was good (between 0.6 and 0.8) and for readability it was moderate. Differences in training and experience between readers could explain both, the variation in intra observer kappa coefficients, as the overall kappa. The intra observer kappa was good, whereas among experienced readers there was greater agreement. On the other hand, the greater number of readers, including the experienced and less experienced ones, allowed to achieve moderate kappa coefficients inter observer for the assessment of abnormalities. Finally, the results showed adequate agreement between observers and the retinal findings can be used to evaluate associations with incident clinical outcomes in this cohort. The results indicate that intra observer reliability assessment is required and that the readers should be experienced or trained more consistently and for longer.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/61904
Arquivos Descrição Formato
000867287.pdf (1.160Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.