Repositório Digital

A- A A+

Emprego da pegada hídrica e da análise de ciclo de vida para a avaliação do uso da água na cadeia produtiva do biodiesel de soja

.

Emprego da pegada hídrica e da análise de ciclo de vida para a avaliação do uso da água na cadeia produtiva do biodiesel de soja

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Emprego da pegada hídrica e da análise de ciclo de vida para a avaliação do uso da água na cadeia produtiva do biodiesel de soja
Autor Müller, Gabriel Timm
Orientador Cybis, Luiz Fernando de Abreu
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Pesquisas Hidráulicas. Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental.
Assunto Biodiesel
Ciclo de vida
Pegada hídrica
Rio Grande do Sul
Uso da água
Resumo A água é um elemento essencial para a manutenção da vida no planeta que, devido a diversos fatores, está sendo cada vez mais consumido em todo o mundo. Até mesmo em países ricos em recursos hídricos, como o Brasil, nota-se que há um crescimento dos problemas relacionados com a escassez. Diante disso, a avaliação do uso da água no ciclo de vida de produtos e serviços torna-se uma ferramenta importante de gestão, principalmente quando relacionada a produtos derivados de cultivos agrícolas, como o biodiesel. No entanto, entre as técnicas existentes que possibilitam realizar este tipo de análise, o uso da água ou é negligenciado por falta de uma estrutura metodológica consistente, como ocorre em estudos de Análise do Ciclo de Vida (ACV), ou ainda não foi abordado de forma ampla no Brasil, como acontece no caso da Pegada Hídrica. Dentro deste contexto, o presente trabalho teve como objetivo principal avaliar o uso da água no ciclo de vida do biodiesel de soja produzido no Rio Grande do Sul, através do emprego da Pegada Hídrica e da construção de um inventário específico para os recursos hídricos que possa ser utilizado, posteriormente, em estudos de ACV. Para tanto, foram coletados dados relacionados às características quantitativas e qualitativas dos fluxos de água, que compõem cada etapa da cadeia produtiva estudada, incluindo a simulação do balanço hídrico do solo realizada para o cultivo da soja. A partir destas informações, foi possível identificar, considerando o escopo deste trabalho, que o valor da Pegada Hídrica total da produção de um litro de biodiesel de soja é de 19785,4 litros, sendo composta por 7,8 litros de Água Azul, 8089,6 litros de Água Verde e 11688 litros de Água Cinza. Quanto ao inventário de ACV, os resultados obtidos para a mesma unidade funcional indicaram que, no ciclo de vida estudado, ocorre o uso consuntivo de 7,8 litros de água e o uso degradativo de outros 240 litros, dos quais 94% retornam com qualidade ainda útil para diversos usos, como por exemplo, a irrigação de cultivos não alimentícios. De forma geral, os resultados de ambas as metodologias apontaram que a etapa em que ocorre o uso mais intensivo da água é a fase agrícola e que a principal forma de diminuição da disponibilidade hídrica é através da degradação da qualidade da água. Por fim, também foi identificado que as principais diferenças e limitações das ferramentas empregadas estão relacionadas à contabilização do consumo de água da chuva e à forma de quantificação da poluição hídrica.
Abstract Water is an essential element for sustaining life on the planet that, due to several factors, is increasingly being consumed around the world. Even in countries with abundant water resources, such as Brazil, may be noted that there is a growth in problems related to the scarcity. Thus, the assessment of water use in the life cycle of products and services becomes an important management tool, mainly when related to products derived from agricultural crops, such as biodiesel. However, among the existing techniques that allows performing this type of analysis, the water use or is neglected for lack of a consistent methodological framework, as in studies of the Life Cycle Analysis (LCA), or has not been addressed widely in Brazil, as in the case of the Water Footprint. In this context, this study had as main objective evaluate the water use in the life cycle of soybean biodiesel produced in Rio Grande do Sul, through the application of the Water Footprint and the construction of a specific inventory for water resources that can subsequently be used in LCA studies. For this purpose, were collected data related to quantitative and qualitative characteristics of water flows that compose each phase of the supply chain investigated, including the simulation of soil water balance performed for soybean cultivation. Based on this information, could be identified, considering the scope of this work, that the value of total Water Footprint of production one liter of soybean biodiesel was 19785,4 liters, consisting of 7,8 liters of Blue Water, 8089,6 liters of Green Water and 11688 liters of Grey Water. With respect to the inventory of LCA, the results obtained for the same functional unit indicated that in the life cycle studied there is the consumptive use of 7,8 liters and the degradative use of 240 liters, of which 94% return with quality still useful for several uses, such as irrigation of non-food crops. In general, the results of both methods indicated that the stage where occurs the most intensive water use is the agricultural phase and that the main way to decrease the water availability was through the degradation of its quality. Finally, it was also identified that the main differences and limitations of the tools employed in this study are related to accounting the consumption of rainwater and to the form of the water pollution quantification.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/61924
Arquivos Descrição Formato
000867602.pdf (3.793Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.