Repositório Digital

A- A A+

Uma visão política acerca do processo de integração econômica no Mercosul : o liberalismo das instituições

.

Uma visão política acerca do processo de integração econômica no Mercosul : o liberalismo das instituições

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uma visão política acerca do processo de integração econômica no Mercosul : o liberalismo das instituições
Autor Neduziak, Luiz Carlos Ribeiro
Orientador Cunha, Andre Moreira
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto América Latina
Desenvolvimento econômico
Economia institucional
História econômica
Integração econômica
Mercosul
Teoria econômica
[en] Economic integration
[en] International regimes
[en] MERCOSUR
Resumo Esta dissertação tem por objetivo analisar o processo de integração e cooperação econômica no Mercado Comum do Sul (MERCOSUL). Constatando-se não haver no horizonte próximo uma perspectiva de reforma da arquitetura financeira internacional, será analisado o papel que as instituições internacionais podem desempenhar em empresas dessa estirpe. Para tanto, do ponto de vista da Teoria Econômica, será utilizada a Teoria das Áreas Monetárias Ótimas (TAMO) e seus corolários desenvolvidos posteriormente nos trabalhos seminais de Mundell (1961), McKinnon (1963) e Kennen (1969), bem como a literatura relativa às instituições monetárias e financeiras em países em desenvolvimento. Do ponto de vista da Teoria das Relações Internacionais, o liberalismo das instituições irá ilustrar a importância destas, se o objetivo em mira pelos Estados Nacionais for o aprofundamento da integração econômica. Nesse sentido, introduzir-se-á, na análise econômica, o conceito da anarquia internacional e suas implicações nas relações entre Estados. A cooperação é tornada possível se os atores internacionais valeremse da estratégia TIT FOR TAT, baseada na reciprocidade.
Abstract This study aims to analyze the process of economic integration and cooperation. Due to the assumption that, at least in a near future, there will not be the perspective of reform in the international financial architecture, what will be analyzed is the role of international institutions and what can be done in this regard. In this sense, concerning the economical theory, the Theory of Optimum Currency Areas (TOCA) will be used, as well as the papers developed after those three works and the literature related to the financial and monetary institutions in developing economies. From the view of International Relations, institutional liberalism will shed light to the importance of the latter, if the States are to deepen the economic integration. In this sense, one introduces the concept of international anarchy and its implications to relations between States. Cooperation is possible, if the international actors adopt the TIT FOR TAT strategy, based upon reciprocity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/61934
Arquivos Descrição Formato
000866987.pdf (815.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.