Repositório Digital

A- A A+

“Essas pessoas que envelhecem...” : saberes de adultos com deficiencia intelectual

.

“Essas pessoas que envelhecem...” : saberes de adultos com deficiencia intelectual

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título “Essas pessoas que envelhecem...” : saberes de adultos com deficiencia intelectual
Autor Linn, Luiziane Brusa da Costa
Orientador Doll, Johannes
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Deficiência intelectual
Grupo focal
Velhice
[en] Aging
[en] Focal group
[en] Intellectual disability
[en] Old age
Resumo Compreendendo a velhice como categoria socialmente construída através dos processos de socialização estabelecidos pelo indivíduo ao longo do curso de sua vida e que vão lhe permitir construir sua identidade, considera-se o envelhecimento como um processo individual, entendido e vivenciado por cada um desde o lugar e o papel que a sociedade lhe destina. Partindo dessas concepções, pensar num grupo que tem sua realidade pautada pela exclusão social (do mundo das relações, da escola, do trabalho, etc) implica buscar conhecer como essas pessoas estão percebendo e vivenciando o processo de envelhecimento. Nesta pesquisa, um grupo de adultos com deficiência intelectual nos fala de suas experiências com o processo de envelhecimento e suas imagens da velhice. Por meio da Observação Participante e da técnica do Grupo Focal adaptada às particularidades do grupo, se buscou conhecer os seus saberes e representações da velhice e do processo de envelhecimento. Este estudo pôde se aproximar da construção do conhecimento desse grupo sobre a velhice e o processo de envelhecimento, passando pelas particularidades que marcam o curso de vida dos integrantes do grupo e as construções de si mesmos enquanto sujeitos sociais. Pois é a partir do lugar e papel atribuídos aos sujeitos com deficiência intelectual em nossa sociedade que eles constroem as suas experiências de envelhecimento e é a partir desse lugar que enxergam e nos falam sobre a velhice. É necessário salientar que embora se aborde uma discussão sobre o processo de envelhecimento no contexto da deficiência intelectual, a pesquisa trata de discutir essa questão em um grupo específico de indivíduos, não cabendo generalizações, visto que tanto as maneiras de envelhecer quanto as experiências com a deficiência intelectual são bastante distintas e diversas, e envolvem os mais diversos determinantes.
Abstract Understanding old age as a category socially constructed through socialization processes which is established by the individuals throughout their course of life and that will allow them to build their identity, aging is considered as an individual process, understood and experienced for everyone by the place and the role that society had intended to. Based on these concepts, think about one group that has its reality guided by social exclusion (the world of relationships, school, work, etc.) implies seek to know how these people are perceiving and experiencing the aging process. In this research, a group of adults with intellectual disabilities tells of his experiences with the aging process and their images of old age. Through Participant Observation and Focal Group technique adapted to the particularities of the group, the aim is to know his knowledge and representations of old age and the aging process. This study approached the knowledge construction in this group about old age and aging process, passing through the peculiarities that marks the course of their lifes and the construction of themselves as social subjects. Because is from the place and role assigned to individuals with intellectual disabilities in our society that they constructs their experiences of aging, and is from this place that they tell us about old age. It is should also be noted that although it addresses a discussion about the aging process in the context of intellectual disability, this research reports this issue in a specific group of individuals, not fitting generalizations, because, as much the ways of aging as the experiences with intellectual disabilities are very diverse and distinct, involving many different factors.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/61972
Arquivos Descrição Formato
000867890.pdf (1.715Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.