Repositório Digital

A- A A+

Avaliação nutricional de adultos portadores de hepatopatia crônica : comparação entre dinamometria, avaliação global do Royal Free Hospital e espessura do músculo adutor do polegar

.

Avaliação nutricional de adultos portadores de hepatopatia crônica : comparação entre dinamometria, avaliação global do Royal Free Hospital e espessura do músculo adutor do polegar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação nutricional de adultos portadores de hepatopatia crônica : comparação entre dinamometria, avaliação global do Royal Free Hospital e espessura do músculo adutor do polegar
Autor Gottschall, Catarina Bertaso Andreatta
Orientador Álvares-da-Silva, Mário Reis
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências em Gastroenterologia e Hepatologia.
Assunto Avaliação nutricional
Hepatopatias
[en] 24h recall
[en] Handgrip strength
[en] Liver disease
[en] Nutritional assessment
[en] Royal free hospital global assessment
Resumo Objetivos: Quantificar a ingestão dietética de adultos portadores de hepatopatia crônica correlacionando-a ao estado nutricional, e comparar diferentes métodos de avaliação nutricional nesta população, especialmente métodos de avaliação funcional (dinamometria - FAM - e espessura do músculo adutor do polegar - MAP) e a avaliação global do Royal Free Hospital (RFH-GA). Materiais e métodos: Foram avaliados 97 pacientes ambulatoriais do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, com diagnóstico de hepatopatia crônica (41 hepatite crônica – HCr - e 56 cirróticos - CIR) entre abril de 2009 e janeiro de 2010. Foi realizada avaliação nutricional através de inquérito alimentar (R24h), antropometria - Índice de massa corporal (IMC) e circunferência muscular do braço (CMB), avaliação subjetiva global (ASG), FAM, RFH-GA e MAP. Resultados: Pacientes do grupo HCr apresentaram maior ingestão calórica total (p=0,005) e maior ingestão proteica (p<0,0001) que os pacientes CIR. Houve relação entre RFH-GA (p<0,001) e FAM (p<0,05) e ingestão de calorias e proteínas. A prevalência de desnutrição no grupo HCr e no grupo CIR foi, de acordo com RFH-GA (51,2 vs 84% - p=0,002), FAM (61 vs 82,1% - p=0,02), ASG (14,6 vs 32,1% - p=0,048), MAP (7,3vs 14,3% - p=NS), CMB (4,9 vs 14,3% - p=NS) e IMC (2,4 vs 3,6% - p=NS). Houve concordância moderada entre FAM e RFH-GA (k=0,43). Conclusão: Pacientes portadores de hepatopatia crônica, mesmo não cirróticos, têm ingestão energética e proteica inadequadas. Desnutrição é frequente nos dois grupos, especialmente na cirrose. FAM e RFH-GA são os métodos que identificaram maior prevalência de desnutrição nesta população e apresentam concordância entre si. A ingestão insuficiente de calorias e proteinas foi associada ao diagnóstico de DPC pela RFH-GA e FAM.
Abstract Background/aims: Objectives: To quantify the dietary intake of adults with chronic liver disease and correlate the nutritional status. Compare different methods of nutritional assessment in this population, in special methods of functional evaluation (hand grip streght – HG and The thickness of the adductor pollices muscle - APM) and the Royal Free Hospital global assessment (RFH-GA). Methods: 97 patients at the Hospital de Clinicas de Porto Alegre, diagnosed with chronic liver disease (41 chronic hepatitis - CH - and 56 cirrhotic - CIR) between April 2009 and January 2010 was assessed. Nutritional assessment was carried out by dietary recall (24HR), anthropometry (body mass index - BMI - body and arm muscle circumference - AMC), subjective global assessment (SGA), HG, RFH-GA and APM. Results: CH group patients had higher total caloric intake (p = 0.005) and higher protein intake (p <0.0001) than patients CIR. There was a relationship between the RFH-GA (p <0.001) and HG (p <0.001) and intake of calories and proteins. The prevalence of malnutrition in the CH group and the CIR group was by RFH-GA (51.2 vs. 84% - p = 0.002), HG (61 vs 82.1% - p = 0.02), SGA (14.6 vs. 32.1% - p = 0.048), APM (7.3 vs 14.3% - p> 0.05), MAC (4.9 vs 14.3% - p> 0.05) and BMI (2.4 vs. 3.6% - p> 0.05). There was moderate agreement between HG and RFH-GA (k = 0.43). Conclusion: Patients HC and CIR have energy and protein intake inadequate. Malnutrition is common in both groups, especially in the second. RFH-GA and HG are the best methods to identify malnutrition in this population and usually correlate with each other. The insufficient intake of calories and protein contributed to the diagnosis of malnutrition by RFH-GA and HG.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/62055
Arquivos Descrição Formato
000868412.pdf (520.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.