Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do procedimento de inserção de sonda enteral

.

Avaliação do procedimento de inserção de sonda enteral

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do procedimento de inserção de sonda enteral
Autor Leães, Dória Migotto
Orientador Mello, Elza Daniel de
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Enfermagem
Métodos
Stents
Resumo Pacientes impossibilitados de usar a via oral, ou com ingestão oral insuficiente são beneficiados com a utilização da sonda enteral (SE). As possíveis complicações associadas ao mau posicionamento da SE e o impacto destas complicações indicam a necessidade da avaliação da atual técnica de inserção, assim como conhecer a capacidade preditiva dos métodos de avaliação do posicionamento adotados à beira do leito. Foram avaliados 80 procedimentos de inserção de SE, bem como, os testes empregados para verificação do posicionamento à beira do leito, entre outubro de 2010 e maio de 2011. Identificou-se que em 50% dos procedimentos os enfermeiros adotaram a estimativa padrão, com taxa de sucesso de inserção de SE nas diferentes porções do trato gastrintestinal de 97,5% (n=78) e 2,5% (n=2) de posicionamentos inadvertidos. A média das estimativas de medida dos enfermeiros foi 65,8±7,4, da estimativa padrão foi 58,2±4,6, e da estimativa sugerida por Hanson 49,3±2,95. Houve correlação fraca entre a estimativa padrão e dos enfermeiros (p<0,001). Em conclusão, a fraca associação entre as mensurações torna-se inexequível a indicação de uma estimativa perfeita.
Abstract Patients unable to use oral, oral ingestion or insufficient benefit from the use of nasogastric tube. Possible complications associated with malposition of nasogastric tube and the impact of these complications indicate the need to evaluate the current insertion technique, as well as knowing the predictive ability of the methods for evaluating the position adopted at the bedside. We evaluated 80 of the insertion procedure enteral feeding as well, the tests used to check the positioning at the bedside, between October 2010 and May 2011. It was found that in 50% of procedures nurses adopted the standard estimate, with a success rate of inserting enteral feeding in different portions of the gastrointestinal tract of 97.5% (n=78) and 2.5% (n=2) inadvertent placement. The average estimate of measure of the nurses was 65.8 ± 7.4, the standard estimate was 58.2 ± 4.6, and the estimate suggested by Hanson 49.3 ± 2.95. There was a weak correlation between the estimate and standard of nurses (p <0.001). In conclusion, the weak association between measurements becomes unenforceable indication of a perfect estimate.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/62068
Arquivos Descrição Formato
000868010.pdf (837.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.